Cai bem? Motron Nomad 125 cairia bem no Brasil?

A marca Motron, fabricante italiana de motos, dispõe em seu catálogo na Europa da Nomad 125, uma motocicleta street de entrada, mas com visual de moto maior.

Advertisement

Além disso, ela chega com um pacote de itens que dão inveja até mesmo em modelos de média cilindrada aqui do Brasil.

Será que ela cairia bem por aqui? Vamos conferir tudo sobre a Motron Nomad 125.

Cai bem? Motron Nomad 125

A Motron Nomad 125 chama a atenção pelo seu visual. Tem cara de gente grande e design que lembra motos de maior cilindrada. Ela possui desenho que remete a modelos como a nossa conhecida Yamaha MT-03 de 321cc da geração passada. Nada mal né?

Mas lembre-se, ainda estamos falando de uma pequena street. Com isso, a Nomad é movida por um motor monocilíndrico com refrigeração líquida de 124,8 cm³. Um propulsor que rende 13 cv a 9.000 rpm e 1,07 kgf.m de torque a 7.000 giros. Tudo isso junto do câmbio de 6 marchas.

Não faz feio, visto que no Brasil, a Yamaha Factor 125, por exempl o, entrega 11,0 cv e 1,2 kgf.m de torque na gasolina. A moto da Yamaha é bicombustível, mas nem com o rendimento extra do etanol (11,1 cv) consegue render mais que a Nomad. Ela também conta com apenas 5 marchas. Conjuntos com a 6ª não são vistos em motos pequenas por aqui.

  • Quer ver vídeos sensacionais sobre motos? Acesse o canal Motorede no: youtube.com/Motorede
  • Compre pneus com desconto na PneuStore usando cupom SEKU7 (para motos) e SEKU5 (para carros e outros), clique e aproveite: Pneu com Desconto

Voltando a Nomad 125, a moto tem outro diferencial, traz garfo invertido na dianteira. Item que melhora e muito a pilotagem de forma mais dinâmica e agressiva, além de contribuir para o seu visual, esse item também é raridade em modelos de baixa cilindrada em nosso país.

Na traseira o modelo tem o monoamortecedor, outro item visto apenas em motos um pouco maiores. As rodas são de aro 17 e os freios são a disco nas duas rodas com sistema combinado (CBS). Caia bem aqui um ABS, ao menos na sua frente.

A moto tem ainda farol em LED e painel digital completo, tanque com capacidade para 13 litros de combustível e sua autonomia é de até 450 km por tanque. Isso porque, segundo a marca, o modelo tem consumo de combustível de 35 km/L. Média semelhante a Factor 125 que temos por aqui.

Nomad 125 tem preço de CB Twister 

A Motron surgiu recentemente no mercado, pertence ao grupo austríaco KSR, que é uma empresa que aposta no desenvolvimento de marcas próprias, como a própria Motron ou a Brixton, um linha de motos que aposta em modelos com visual retrô. Toda a produção é realizada em fábricas chinesas.

A Motron Nomad 125 é uma moto bastante completa para sua categoria, sendo uma forma da marca se destacar no competitivo mercado Europeu. No entanto, isso tem um preço, alto, diga-se de passagem. Por lá a moto chega nas cores: Preto, Cinza e Branco – com valor sugerido de 3.449 euros, cerca de R$ 18 mil em conversão direta.

Se viesse para o Brasil, chamaria atenção pelo seu visual, mecânica e conjunto. Mas também pelo seu custo, próximo de uma moto mais potente, como a Honda CB Twister, que tem preço público sugerido de R$ 19.590.

Gostariam de ver a Motron Nomad 125 por aqui?

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários