Home » Abaixo de 599cc » Comparação Yamaha NMax 160 e PCX 150 2016 em vídeo

Comparação Yamaha NMax 160 e PCX 150 2016 em vídeo


15 abr 2016 24 Comentários

O mercado de scooters esquentou e com isso fizemos um vídeo comparativo do novo Yamaha NMax 160 x Honda PCX 150, líder do segmento, em nosso canal no YouTube (clique aqui e acesse). A Yamaha acabou de anunciar o NMax 160 para maio e ela vem para abocanhar a vice-liderança do segmento, ficando no páreo do PCX 150. Qual deles você escolheria?

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Comparação NMax 160 x PCX 150 2016

Líder absoluto, o PCX 150 é responsável por vender mais de 23 mil unidades em 2015. Ele é tão líder que o seu principal concorrente, o Dafra Cityclass 200i, vendeu somente pouco mais de 1600 unidades no mesmo período. Com o lançamento do NMax 160 a Yamaha pretende chegar para tomar esse lugar da Dafra e anunciou que pretende alcançar  20% do total das vendas de scooters no Brasil.

O PCX 150, assim como o NMax 160, estão no mercado para priorizar quem precisa de praticidade e agilidade para o dia a dia nas grandes cidades, mas também com uma pilotagem fácil e tranquila fora dos grandes centros.

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Comparação NMax 160 x PCX 150: Motor

No quesito motor, o NMax sai na frente tanto em cilindradas quanto em potência e torque. Isso porque o PCX vem com sua nova versão de motor para 2016, ficando agora com um propulsor de 149,3cc que gera 13,1cv de potência máxima e 1,36kgfm de torque.

Já o NMax 160 conta com motor de 155cc, pouco mais de 5cc a mais, que é capaz gerar a potência máxima de 15,1cv e 1,47kgfm de torque. Ou seja, um pouco mais de potência e torque que seu rival da Honda. Isso mostra uma vantagem pro NMax 160 sobre o líder.

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Os dois modelos garantem uma pilotagem dinâmica privilegiando o baixo centro de gravidade. Isso porque o tanque de combustível deles é instalado na plataforma, ficando entre as pernas do piloto e ajudando na centralização de massas.

Um quesito que o PCX tem vantagem é justamente no tanque de combustível. Ele oferece capacidade de 8 litros, contra os 6,6 litros do NMax 160.

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Comparação NMax 160 x PCX 150: Especificações

E um dos principais destaques do NMax é que ele traz freios a disco em ambas as rodas com ABS de série! Isso o torna o primeiro scooter do mercado a contar com ABS e se torna o veículo equipado com ABS mais barato do mercado brasileiro.

Já o PCX 150 é equipado com freio a disco na dianteira, a tambor na traseira e não possui o sistema ABS, nem mesmo na sua versão DLX (de luxo).

Aproveitando o assunto, as rodas do NMax são ligeiramente menores que as do PCX. No caso do scooter da Yamaha as rodas são aro 13 e no da Honda são 14 polegadas. Porém, os pneus do NMax são mais largos que os do PCX.

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Um item que muitos comentaram foi relacionado a suspensão traseira dos dois modelos.  A Yamaha NMax 160 conta com suspensão dupla com curso de 90mm na traseira e garfo dianteiro com 100mm e como ainda não vimos ela rodando no país não sabemos como ela se sai.

Já o PCX 150 em sua versão 2016 vem com uma nova suspensão traseira de 85mm de curso, que segundo informações não batem no fim de curso quando pilotando com garupa, e suspensão dianteira com garfo telescópico de 100mm de curso.

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Comparação NMax 160 x PCX 150: Design

Na parte do design os dois modelos não deixam a desejar e até são bem parecidos. Em linhas gerais eles possuem os mesmo traços. As carenagens, faróis e lanternas seguem a mesma receita.

Até mesmo o painel de ambos são muito parecidos, onde os 2 adotam um painel em formato redondo, porém, o do PCX possui um marcador de velocidade analógico invertido e luzes indicadoras avançadas nas laterais. Já o painel do NMax é totalmente centralizado e digital, inclusive seu velocímetro.

O assento também não tem muita diferença, os dois equipam um assento em dois níveis para garantir mais conforto para o piloto e garupa. E abaixo deles há espaço para guardar um capacete integral e mais algumas coisas pequenas.

Comparação NMax 160 vs PCX 150 2016

Comparação NMax 160 x PCX 150: Preço

Vamos os preços! A Yamaha anunciou que o seu NMax 160 vai chegar nas lojas no início de maio com o preço sugerido de R$11.390. Já o Honda PCX 150 é vendido atualmente por R$10.814 na versão básica e por R$11.234 na versão DLX, que significa “de luxo” e é a versão que concorre com o NMax.

Se formos comparar a versão DLX com o NMax, os dois tem praticamente o mesmo preço, com pouco mais de R$100 entre eles. Só que o grande diferencial pesa para o lado do NMax 160, que além de mais potente ainda vem com ABS de série. Já o PCX 150 não tem ABS nem mesmo na versão DLX. Na verdade a Honda não oferece o ABS nem como item opcional do PCX.

 

Comparação NMax 160 x PCX 150: Vídeo

E aí, qual deles você curtiu? Se fosse pra comprar um scooter qual seria? Comenta aí embaixo pra gente, seu comentário é muito importante!



24 Comentários para "Comparação Yamaha NMax 160 e PCX 150 2016 em vídeo"

  1. Permitam-me a correção. Há também o SH 150I, porém, esse não apresenta válvulas variáveis e tem cara de biz.

  2. O tempo passou e a Nmax permanece como o único scooter da categoria com ABS nas duas rodas.

  3. Sem comentários, Nmax 160,e a um arraso,meu próxima motivo de foco

  4. Olá galera, sou de Salvador, estou na segunda Pcx e vou vender para comprar a NMax, o acabamento da nmax é show sem falar nos freios e motor mais potente. Eu decidir trocar depois de andar na minha bike aro 29″ com freios Shimano Hidraulico e a disco nas duas rodas. Aí pensei: ZORRA!!!! Até minha bike tem freios a disco nas duas rodas e minha amada PCX ainda a tambor!!!! Kkkkkkk creio que essa semana que vem eu já esteja de NMax e o Diabo carregue os arrependidos.

  5. Estou na segunda PCX , para mim é a melhor scooter em tudo, principalmente custo X benefício com 3 anos de garantia e óleo nas 7 revisões grátis. Só não compro Yamaha pois na minha cidade São José do Rio Preto -SP deixou muito a desejar, tentei 03 vezes comprar uma moto , mas as vendedoras de péssima ignorância no atendimento não se quer olhava na cara, foi o que acabou acontecendo a concessionária fechou.

  6. ja tive pcx os pontos negativos sao curso do amortecedor traseiro e a bisonhada da inversao da seta com buzina, hoje com certeza nmax

  7. acho bem vinda a concorrência. com certeza trará os preços pra um patamar mais baixo. mas com certeza vou de Nmax.

  8. tenho citycom 300 a cinco anos pensando seriamente em vender e compra Nmax yamaha sempre foi superior a Honda so brasileiro que burro mesmo não pesquisa antes de compra vai na onda dos vizinhos compra honda.

    • na verdade essa burrice se limita ao fato de a honda ter um pos venda muito superior mas se falando em qualidade de componente e no sucesso que a yamaha faz na europa com suas scooters vale mais a NMAX. o problema é que aki em são paulo capital vc acha peças de honda ate na banca de jornal kkkkkkkkkkkkk…. Isso me deixa com um bela pulga atras da orelha na hora da escolha

  9. Pois é, e ninguém aqui falou do STRESS DE BATERIA que é a PCX . . . . .

  10. Tenho uma burgman 125i e hj compraria uma Nmax. Depois de Twister, B12 e Hayabusa … Kkkkkkkkkkk

  11. Tinha a PCX, aliás, uma excelente Scooter, mudei agora pela N MAX… e não existem qualquer tipo de arrependimento. Queixa da Yamaha apenas UMA: suspensão traseira dura, especialmente as ruas de Salvador onde encontramos um buraco a cada esquina. Tentarei baixa calibragem do pneu traseiro já que não carrego ninguém na moto

  12. Tinha a PCX antiga e vendi. Na época paguei 8.700 e vendi por 8.000. Fiz isso justamente para experimentar a Nmax. Estou aguardando chegar porque a fila ta grande, mas como reservei logo consegui garantir no preço inicial! Estou ansioso, pq gostei do design que seria uma Tmax em miniatura e o diferencial do motor e freio. Nunca tive problema com a PCX, a não ser os amortecedores do primeiro lote que eram horriveis. A moto batia mesmo sem passageiro!! Espero não me decepcionar com a Yamaha!

  13. Não esqueçam de levar em consideração que a honda está oferecendo 3 anos de garantia e 7 revisões com troca de óleo grátis na PCX.

  14. Sou Yamaha de coração, sempre prioriza o máximo em tecnologia. Como atuante no mercado de motocicletas há mais de 20 anos, posso afirmar que não estamos ainda na frente em quantidade, mas em qualidade estamos há anos luz!

  15. Fiz o test drive hoje na concessionária e está 12500. Pela diferença do preço eu ainda iria de PCX. Para motos dessa potência não faço tanta questão de ABS. O “combi brake” da PCX já é bom o suficiente. Já para a partir das 300 só compraria moto com ABS.

  16. Nmax com certeza, o ABS no scooter faz a diferença
    .

Deixe uma resposta