Home » Destaques » Copa do Mundo de Motos: Brasil x Sérvia, quem ganha?

Copa do Mundo de Motos: Brasil x Sérvia, quem ganha?


27 jun 2018 0 Comentários

Essa é a Copa do Mundo de Motos 2018, e o duelo dessa vez será entre Brasil e Sérvia, países que se enfrentam na fase de grupos da Copa de Futebol 2018.

A Sérvia fica localizada no sudeste da Europa, fazendo fronteira com a Croácia, e sua população passa dos 7 milhões de habitantes. Por lá os motoristas dirigem do lado direito da pista, como é por aqui, e o capacete também é item obrigatório.

O duelo aqui acontecerá com as duas principais marcas do Brasil, Honda e Yamaha. Será que o Brasil vai dar um show do dribles com os modelos daqui ou a Sérvia ganha essa de goleada?

Copa-Mundo-Motos-2018-Brasil-x-Servia-01

Motos Honda no duelo Brasil x Sérvia

Começando o duelo Brasil x Sérvia entre as motos Honda, por aqui na categoria naked nós temos 3 modelos: CB Twister 250, CB 500F e CB 650F. Mono, bi e quatro cilindros, respectivamente.

Na Sérvia a Honda oferece mais opções de nakeds. São elas: CB 500F, NC 750S, CB 650F Hornet e CB1100. Pois é, por lá o que mais nos surpreendeu foi a NC 750S (foto acima), uma bicilíndrica que usa o mesmo motor da NC 750X. Então, 1×0 pra Sérvia.

Outro modelo bem interessante que a Honda comercializa no país europeu é a CB1100 (foto abaixo). Porém, como esse modelo já esteve por aqui no Salão Duas Rodas 2017, vamos considerar como uma bola na trave.

Copa-Mundo-Motos-2018-Brasil-x-Servia-00

Um golaço pra Sérvia, daqueles de levantar a torcida e fazer a galera sair correndo pelas ruas, é na categoria Custom. A tão sonhada Rebel 500, modelo Custom que completa a família de 500 cilindradas da Honda, é vendida por lá com preço sugerido de 6.390 Euros (cerca de R$ 28.200).

Mesmo que esse modelo também já tenha sido apresentado ao público brasileiro durante o Salão Duas Rodas 2017, não ter esse modelo a venda por aqui há algum tempo pode até ser considerado como um gol contro do Brasil.

honda-rebel-500-2018-14

Por enquanto a Sérvia já meteu 2×0 no Brasil. Mas a reação brasileira vem na quantidade de modelos da categoria de baixas cilindradas que vendemos por aqui.

Os mercado são diferentes, mas por lá não temos praticamente nenhum modelo abaixo das 500 cc (salvo os scooter a Honda 125 Grom). Já aqui a lista de opções é vasta, o que mostra que o Brasil é um país de motociclistas desde sua essência. O placar marca Sérvia 2, Brasil 1.

Copa-Mundo-Motos-2018-Brasil-x-Servia-04

Motos Yamaha no duelo Brasil x Sérvia

Seguindo esse duelo, será que a Yamaha vai ajudar o Brasil a virar o jogo? Logo de início a Sérvia já marca dois golaços com a pequena esportiva YZF-R125 e a pequena naked MT-125. Dois modelos de baixa cilindrada e estilo Premium que fazem a Sérvia marcar 4×1 no placar.

O Brasil diminui com a nova Fazer 250, reformulada recentemente por aqui, marcando um gol no bate ou rebate. E ainda tenta um reação, fazendo mais um com as opções Off-Road de baixa/média cilindradas vendidas por aqui.

Copa-Mundo-Motos-2018-Brasil-x-Servia-02

Com a reação encostamos no placar, ficando Sérvia 4×3 Brasil. Mas daí pra frente só da Sérvia. Com vários modelos na faixa de 700 a 950 cilindradas, a Yamaha da Sérvia (Europa) dispara uma goleada no Brasil.

Por lá eles tem a XSR 700, Tracer 700 (estilo Custom), Tracer 700 Traveler, além de muitas outras versões de 950 cilindradas, como a Tracer 900GT, a XV950R e até a Yamaha Nikken, uma motocicleta de 3 rodas que já é conhecida em outros mercados.

Copa-Mundo-Motos-2018-Brasil-x-Servia-03

No duelo entre Brasil e Sérvia pela Copa do Mundo de Motos 2018 o país europeu meteu uma goleada. Paramos de contar quando já estava 4×3…

*As comparações foram feitas através dos sites das fabricantes no Brasil e Sérvia.

Copa-Mundo-Motos-2018-Brasil-x-Servia



Deixe uma resposta