Home » Abaixo de 599cc » Bicilíndrica Honda VTR 250 cairia bem no Brasil?

Bicilíndrica Honda VTR 250 cairia bem no Brasil?


07 ago 2019 5 Comentários

Honda VTR 250, lançada recentemente em uma edição especial, é equipada com motor bicilíndrico e traz visual que remete ao estilo clássico, mas sem perder a sofisticação.

O modelo é a versão naked e mais atualizada da VT250-FII Integra de 1982, uma motocicleta carenada de 250 cilindradas com novo sistema no motor V-Twin que reduziu drasticamente a vibração e melhorou a centralização de massas.

Em mercados como o Europeu a VTR 250 começou a ser vendida entre 1999 e 2007, quando saiu de linha por conta de ser carburada e o Euro 3 não permitir, mas retornou em 2009 reestilizada e trazendo no motor o sistema de injeção de combustível.

Honda-VTR250-01

Honda VTR 250

No design a Honda VTR 250 se destaca por diversos detalhes, e o principal deles é o estilo de tendências neoclássicas e café racer. Por conta de suas linhas ela até poderia ter sido a inspiração no desenvolvimento da nova CB300R NSC (veja mais).

Seu farol e mostradores do painel são redondos, algo característico de modelos mais clássicos, assim como o tanque de combustível, que apesar de ter um desenho mais sofisticado também segue em formato arredondado.

Honda-VTR250-01-Painel

A curvatura do tanque segue até o assento, outra peça que merece destaque. Nessa edição especial ele tem a cor marrom e possui desenho que permite encaixe perfeito do piloto e se mostrar num bom tamanho para o garupa.

Honda-VTR250-02

Aliás, essa a Honda VTR 250 Edição Especial traz uma combinação de cores perfeita para quem curte o estilo café racer que ela transmite.

A cor prateada fosca do seu corpo, presente tanto no tanque quanto no para-lamas e rabeta, combinada com o assento marrom e os demais detalhes no estilo “black-out”, como as rodas, quadro e motor, fazem dela uma naked neoclássica de respeito.

Detalhes menores, mas que fazem toda a diferença também não ficaram para trás, como as listras no tanque de combustível, o quadro em treliça à mostra e pintado de preto brilhante e sua lanterna traseira. Algo que parece estar fora do visual é o escapamento. É do tipo 2 em 1 que poderia ser mais bonito.

Honda-VTR250-03-Motor

Honda VTR 250 Motor Bicilíndrico

Além do design, um dos principais itens que chama atenção para a pequena VTR 250 é o seu motor do tipo V-Twin, mais comum em motos maiores da marca.

Sendo um bicilíndrico em V a 90 graus de 4 tempos, ele é refrigerado a água, conta com injeção eletrônica de combustível e é capaz de gerar a potência máxima de 30 cavalos a 10.500 rpm. O torque máximo é de 2,2 kgf.m aos 8.500 giros.

Em um segmento onde quase todas as motocicletas recorrem a soluções monocilíndricas, o motor VTR deu aquele toque de exclusividade e diferenciação, além de colocar a motocicleta em outro patamar em relação as concorrentes.

Honda-VTR250-04

Na comparação entre a VTR 250 e outros modelos do mercado, ela seria mais potente que CB 250 Twister e Fazer 250, modelos “de entrada” nesse segmento e seria menos potente que Kawasaki Z300 e BMW G 310R, modelos de conceito Premium nessa faixa de cilindrada.

Com câmbio de seis velocidades, a VTR 250 tem velocidade máxima estimada na casa dos 150 km/h. Já no consumo, com seu motor bicilíndrico a Honda Japão informa que rodando a 60 km/h ela faz 40 km/l.

Porém, verificando em testes com o modelo nas condições normais do dia a dia da vida de um piloto desse tipo de motocicleta a média ficou em cerca de 28 km/l.

Honda-VTR250-05

Honda VTR 250 Especificações Técnicas

Na parte técnica, a suspensão dianteira da VTR 250 é do tipo telescópica, com válvula livre de conicidade e com diâmetro interno de 41 mm.

Já a suspensão traseira está equipada com o sistema HMAS (Honda Multi-Action System) combinado com um amortecedor de pressão separado com diâmetro do pistão de 40mm. É como o sistema Pro-Link que conhecemos aqui.

Nos freios ela traz um disco flutuante de 296mm e pinça de pistão duplo na dianteira e na traseira o modelo está equipado com um disco de 220mm.

Honda-VTR250-06

Honda VTR 250 Preço

Mesmo tendo uma edição especial lançada no Japão em 2017, a Honda VTR 250 está fora de linha de fabricação. No site asiático da fabricante ainda é possível encontrar o modelo com todas as suas informações, e até preço, mas se trata de unidades descontinuadas.

Já o preço da VTR 250 não é lá dos mais amigáveis. No site do Japão ela ainda é oferecida por ¥ 619.920 na edição especial. Cerca de 23,3 mil reais em conversão direta para a cotação do Real no momento da publicação dessa matéria.

Na Europa, onde também foi comercializada por muito tempo, o preço não era muito diferente. Por lá, onde o modelo foi importado até 2013, era vendida por 4.800 Euros. Cerca de 21,5 mil reais na conversão direta.

Honda-VTR250-07 Honda-VTR250-08 Honda-VTR250-09



5 Comentários para "Bicilíndrica Honda VTR 250 cairia bem no Brasil?"

  1. NEI

    Se consumo combustivel na faixa do 30km/l ou mais vale a pena, com pedaleira sem recuo

  2. Cara esta moto se for lançada , vai dar prejuízo a moto é feia de mais.

  3. Que bacana. Agora é só esperar 2020 para Royal Enfield trazer a Intercontinental GT 650 cc para bater nessa motinha 250cc da Honda com esses preços ridiculamente absurdos que já viraram marca registrada da marca.

  4. A yamaha mt 03 saiu de linha?ou esqueceram de mencioná-la por ser bem mais completa do que a vtr. Apesar de serem propostas de motos bem diferentes.Mas se citaram as da kawasaki e bmw seria coerente citar a mt,visto que ela é líder do segmento.Bola fora de vocês

Deixe uma resposta para Luiz Cancelar resposta