Cai bem? Husqvarna Vitpilen 250 cairia bem no Brasil?

Husqvarna Vitpilen 250 seria uma boa opção para o Brasil? Modelo tem mais de 30 cavalos de potência máxima, um estilo visual único e especificações de motos de competição para atrair um público jovem, mas exigente.

husqvarna-vitpilen-brasil-05

Ela tem mais de 30 cavalos de potência, estilo retrô ‘modernão’ e um motor de somente 250 cilindradas, conheçam a Husqvarna Vitipilen 250.

Advertisement

Chamada de heroína despretensiosa do mundo sub-500cc, ela é uma pequena moto que entrega grandes emoções. Equipando o que há de melhor em sua especificação, como freios ByBre e suspensão da WP, a Vitipilen 250 ainda traz um design único e moderno.

A Husqvarna, tendo loja no Brasil que vende motos que vão de 150 a 500 cilindradas totalmente focadas no off-road e até modelos Dual Sport de 700 cilindradas que podem rodar nas ruas, será que uma Vitipilen 250 cairia bem no Brasil?

husqvarna-vitpilen-brasil-01

Husqvarna Vitpilen 250 Design

A Husqvarna é uma marca originária da Suécia, mas que fabrica motos na Áustria atualmente e Vitpilen significa “flecha branca” na tradução direta do sueco para o português. Em seu visual, o modelo traz o que há de mais interessante na mistura entre o passado e o presente.

Ao melhor estilo modern classic, a Vitipilen 250 é uma moto do tipo Café Racer minimalista que vem com farol de última geração redondo em LED, tanque de combustível com carenagem que se estende para trás e vai além do meio da moto, rabeta curtíssima com lanterna e piscas em LED e todo o resto da moto, como chassi e motor, à mostra.

Uma moto fácil de reconhecer em qualquer lugar e diferente de qualquer outra nessa faixa de cilindrada do mercado nacional.

  • Entre no grupo do Motorede no Telegram, saiba tudo em primeira mão e interaja diretamente: t.me/Motorede

husqvarna-vitpilen-brasil-02

Husqvarna Vitpilen 250 Motor

Aliás, já que tocamos nesse ponto, vamos falar um pouco do motor da Vitipilen 250, mas antes precisamos entender um pouquinho mais sobre a marca.

A Husqvarna Motorcycles começou a produzir motos em 1903 e entre tantas idas e vindas, em 2013 voltou ao mercado com força total ao ser integrada pela KTM, que por sua vez é controlada pela marca indiana Bajaj.

Isso já nos diz muita coisa, pois a Vitipilen 250 é algo como uma irmã de outra mãe da Duke 250. Logo, ela equipa o mesmo motor monocilíndrico e com refrigeração líquida de 248,8 cilindradas da KTM 250 Duke.

husqvarna-vitpilen-brasil-03-potencia

Para a Vitipilen 250 esse propulsor é capaz de gerar a potência máxima de 31,2 cavalos (a 9.000 rpm) e tem torque de pouco mais de 2,4 kgf.m (2,44 kgf.m aos 7.250 rpm). Um motor muito mais potente que qualquer outra moto de 250 cilindradas do nosso mercado.

husqvarna-vitpilen-brasil-04-comparativo

Para critério de comparação, as duas principais motos nessa faixa de cilindrada daqui, CB Twister e Fazer 250, tem cerca de 10 cavalos a menos que a pequena da Husqvarna. (CB Twister 22,4cv e Fazer 250 21,3cv).

husqvarna-vitpilen-brasil-05

Husqvarna Vitpilen 250 Especificações Técnicas

Aliás, não é só no motor que a Vitpilen dá um banho nas concorrentes nacionais. Sua configuração é de altas especificações, vistas só em motos maiores ou de competição.

Começando pelos freios, a pequena moto de entrada está equipada com pinças de freio hidráulicas ByBre, subsidiária indiana da Brembo, do tipo radial, ou seja, que exercem a força de frenagem no centro da roda.

O disco é de 320 mm na dianteira e de 230 mm na traseira e o sistema traz ABS de duplo canal da Bosch de última geração.

husqvarna-vitpilen-brasil-06

Já suas suspensões são da conceituada marca WP, comum apenas em motos de competição, principalmente off-road. Na dianteira os garfos são do tipo invertido com 43 mm de diâmetro enquanto que na traseira ela usa sistema monochoque. Ambas têm curso de 142 mm.

Se não bastasse, para desbancar ainda mais as concorrentes nacionais, seu câmbio é de seis velocidades e o modelo ainda equipa um quadro de treliça altamente resistente.

A posição de pilotagem é típica das Café Racer, ou seja, guidão baixo e pés levemente recuados, porém, também existe uma irmã com posição diferente, a Svartpilen 250, que nada mais é do que uma Scrambler moderna compartilhando toda essa configuração mencionada.

husqvarna-vitpilen-brasil-07

Husqvarna Vitpilen 250 Preço

Já falamos do estilo, do motor e até das especificações da Vitpilen 250, agora é hora de falar daquilo que sempre pesa no bolso do brasileiro, seu preço.

No mercado indiano a Husqvarna Vitpilen 250 tem preço sugerido de 189.952 Rúpias Indianas. Esse valor, em conversão direta para o Real no momento da publicação desse artigo, fica em torno de R$ 13.500,00 (R$ 13.497).

Aqui no Brasil, a KTM ainda não vende a versão de 250 cilindradas da Duke, mas usando a Duke 200 como comparação, onde seu preço sugerido é de R$ 20 mil, poderíamos esperar uma Vitpilen 250 ficando entre os R$ 25 e 30 mil.

husqvarna-vitpilen-brasil-08

Sendo otimista, pois se formos usar a BMW G 310R, que tem apelo sofisticado de uma marca como a Husqvarna em sua construção, cavalaria próxima (35cv) e que hoje está sendo oferecida pelos enormes R$35,5 mil, a Vitpilen 250 passaria fácil dos R$ 30 mil.

husqvarna-vitpilen-brasil-09

Husqvarna Vitpilen 250 no Brasil

Mas será que existe alguma chance da Vitpilen 250 vir ao Brasil?

Hoje, aqui no Brasil, a marca Husqvarna é representada pela Power Husky. A marca tem uma loja em São Paulo e, principalmente, é focada nas motos Off-road e de competição da marca.

Porém, em seu site a marca também oferece dois modelos Dual Porpuse, ou seja, que podem ser emplacadas e rodar nas estradas do Brasil. É o caso da 701 Supermoto e da 701 Enduro.

Mesmo demonstrando que vende modelos que também podem ser emplacados e que a Husqvarna tem estratégia de usar suas motos menores para ganhar volume de mercado em países como a Índia, por enquanto não há previsão da chegada da Vitpilen 250 por aqui.

Playlist de vídeos do “Cai Bem?” Canal Motorede

E aí, será que a Husqvarna Vitpilen 250 cairia bem no Brasil? Responda aqui embaixo nos comentários! E assista a playlist acima com diversos vídeos do quadro “Cai Bem”, onde falamos de motos lançadas lá fora e perguntamos se cairiam bem no nosso mercado.

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Saulo
Saulo
6 meses atrás

Seku,
Como você disse, acho q seria uma opção para concorrer nessa faixa de $30k. E, para as gente consumidor é sempre bom ter mais opções.

Mas,acho q se vier mesmo a CBR300 Neo Sport Café em 2022 por volta dos 30k, vai fazer essas marcas de presença menor reavaliar lançar essas motos no Brasil