Kawasaki vai lançar 10 motos elétricas até 2025

Kawasaki da um passo audacioso em direção a eletrificação de suas motos e anuncia planos para lançar 10 motos elétricas e híbridas até 2025.

A Kawasaki anunciou planos para desenvolver e lançar 10 motos elétricas e híbridas até 2025.

Advertisement

Mas o comunicado feito pelo presidente da fabricante japonesa, Hiroshi Ito, foi ainda mais além. Segundo ele, o número de modelos elétricos ou híbridos aumentará significativamente até 2035.

Sim, são planos audaciosos e que não incluem somente modelos voltados para o uso urbano, mas também um segmento off-road de motos elétricas, algo novo.

Kawasaki e suas motos elétricas

Apesar do início do prazo, que diga-se de passagem, já estar bem próximo de acontecer, a Kawasaki não deu muitos detalhes. Ainda não ficou totalmente claro se a marca fará motos 100% elétricas ou híbridas e mesmo projetos totalmente novos. Há um suspense no ar.

Uma pista é que os japoneses poderão aproveitar ideias já existentes. Com isso, eles realizariam adaptações e, claro, melhoramentos das plataformas disponíveis no mercado. No entanto, algumas novidades já nos deram sinais do futuro da marca da terra do sol nascente.

Kawasaki-Eletrica-Endeavor-01c

Kawasaki Endeavor – A Ninja elétrica 

Ainda em 2019, a Kawasaki apresentou o projeto de moto elétrica Endeavor, no Salão de Milão (EICMA). O modelo teve alguns detalhes revelados da versão destinada a linha de produção.

  • Entre no grupo do Motorede no Telegram, saiba tudo em primeira mão e interaja diretamente: t.me/Motorede

A grande característica incomum para motos elétricas é que a Endeavor possuía uma transmissão manual com 4 velocidades. Isso mesmo, uma moto elétrica com troca de marchas manual feita no pé, como uma moto convencional.

O chassi desse modelo também já era bem conhecido, pois usa a base da consagrada Ninja 300. Pronto, agora sim já temos pistas claras do que pode estar por vir. Ao menos no início dessa proposta.

 

Outro olhar sobre o futuro da marca vem através da Z 650. O modelo já foi apresentado com uma estrutura de motor elétrico secundário. Está aí os sinais do que deve vir a respeito de modelos híbridos. Ou seja, que combinam motores a combustão com propulsor elétrico.

E assim vai se desenhando o futuro das motos da Kawasaki. Analisando tudo o que a marca vem mostrando, podemos perceber que o trabalho já começou. Não se surpreenda se você ver cada vez mais as palavras elétrica e híbrida junto de siglas como a Ninja.

Kabira KM3000

Da Índia vemos mais um sinal do que pode esta por vir sobre o futuro da Kawasaki. Isso graças a startup Kabira Mobility, com sede em Goa, que entrou no mercado de motocicletas elétricas lançando a Kabira KM3000. Trata-se de um modelo fortemente “inspirado” na Kawasaki Ninja 300.

Ela é movida por um motor elétrico de 3000 watts de potência, que funciona com baterias de ions de lítio com sistema de 4 KW.  Com ele, a moto pode rodar até 120 quilômetros no modo econômico, 95 km no voltado para o uso urbano e apenas 60 km se o piloto quiser usar ela no modo esportivo.

A velocidade máxima é de 100 km/h. Mas pode ficar tranquilo, quando for a vez da Kawasaki lançar sua Ninja elétrica certamente veremos um top speed maior.

Por enquanto ficaremos especulando e buscando por novas informações, mas a Kawasaki da um passo audacioso em direção a eletrificação de suas motos.

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários