Nova CBR 300RR para brigar com R3 e Ninja 400

Nova CBR 300RR. Com design extremamente agressivo e motor bicilíndrico renovado, o lançamento da Honda previsto traz especificações técnicas dignas de motos maiores, por isso usa do nome “RR”, reforçando seu apelo esportivo.

cbr300rr-07

Parece que o mercado das pequenas esportivas continua muito agitado! Segundo uma publicação conceituada da Ásia a Honda está trabalhando em sua esportiva de entrada para brigar com Yamaha R3 e Ninja 400, conheçam a nova CBR 300RR.

Advertisement

Com design extremamente agressivo, motor bicilíndrico renovado e especificações técnicas dignas de motos maiores, a novidade vem para ser a primeira moto de pilotos que querem entrar para o mundo das superesportivas. Por isso o “RR” em seu nome, reforçando o apelo Racing.

Usando como base a já conhecida CBR 250RR, os relatórios que a MotoSaigon teve acesso sugerem que a marca japonesa estaria lançando essa nova versão até o final de 2020, porém, com toda a situação em que vivemos, não sabemos como pode ficar esse lançamento.

cbr300rr-01

Nova Honda CBR 300RR Design

A Honda CBR 250RR, de onde será derivada a nova versão 300RR, foi apresentada ao mundo em 2017 e teve como base um modelo conceito apresentado durante o Salão de Tóquio de 2015.

A nova CBR 300RR seguirá exatamente essa mesma estrutura, tendo no visual linhas extremamente agressivas e anguladas. Na dianteira é possível ver um conjunto ótico com faróis embaixo e “sobrancelhas” como luz diurna acima, ambos em LED.

O tanque de combustível segue nesse formato de linhas quadradas, assim como a traseira, que é curta e possui até passagens de ar.

cbr300rr-02-tanque-combustivel

Algo bem chamativo no quesito design, e que acaba destoando um pouco do restante, é seu escapamento. Com saída dupla, ele possui ponteiras trabalhadas seguindo o design da moto, mas seu corpo é avantajado e acaba chamando atenção demais.

CBR300RR-vs-R3-vs-NINJA400-DESIGN

Fazendo uma comparação de visual, a nova CBR 300RR está mais alinhada com a Ninja 400 do que com a Yamaha R3.

Podemos perceber principalmente na carenagem e bolha dianteira que as duas primeiras são mais agressivas, enquanto que a R3 possui um para-brisa mais arredondado. Um destaque para a R3 que tem o escapamento mais encaixado com o restante da moto que as demais.

cbr300rr-04

Comparativo de motor e potência CBR 300RR

No motor, a nova CBR 300RR utilizará uma nova versão do bicilíndrico que já é equipado na versão de 250cc vendida na Ásia.

Por lá, a CBR 250RR equipa um propulsor de 249cc bicilíndrico paralelo, 4 tempos e com refrigeração líquida que é capaz de gerar a potência máxima de 38 cavalos e tem torque de pouco mais de 2,3 kgf.m.

Para a nova versão esse motor continuaria um bicilíndrico paralelo, mas passaria a ter cerca de 290cc e teria sua potência e torque aumentados, passando para cerca de 45 cavalos e 2,8 kgfm de torque.

CBR300RR-vs-R3-vs-NINJA400-POTENCIA

Comparando com suas duas principais concorrentes aqui do nosso mercado, com essa atualização ela ficaria entre as duas.

Enquanto a Yamaha R3 brasileira gera até 42 cavalos de potência máxima, a Kawasaki Ninja 400 vendida por aqui é capaz de gerar até 48 cavalos. No quesito torque a moto da Honda ficara atrás das duas, onde a R3 tem 3 kg e a Ninja quase 4 kg de torque.

cbr300rr-06

Honda CBR 300RR Acelerador Eletrônico

Entre as principais características da nova porta de entrada para a consagrada família “RR” da Honda, a CBR 300RR herdará o acelerador eletrônico da versão menor.

Com a CBR 250RR, pela primeira vez na história, a Honda introduziu o sistema “Throttle by Wire” em uma moto de 250 cilindradas.

O “Throttle by Wire”, ou também conhecido como acelerador eletrônico, permite que a abertura e fechamento do punho do acelerador seja transmitida ao motor através de sinais elétricos, em vez de usar cabos, como em uma moto tradicional.

cbr300rr-07

Esse tipo de acelerador, que usa sensores no lugar de cabos mecânicos, permite que a moto tenha modos de pilotagem para ajudar a controlar a entrega de desempenho. E para a pequena CBR 300RR são 3 modos: Comfort, Sport e Sport +.

cbr300rr-08

Honda CBR 300RR Especificações Técnicas

Nenhuma das suas duas principais concorrentes tem esse tipo de tecnologia por enquanto. E aí já entramos na parte das especificações técnicas.

Um dos principais destaques que também estará presente na nova Honda CBR 300RR é suspensão dianteira. Do tipo “upside-down”, ou seja, invertida, ela é da fabricante Showa, o que confirma o apelo esportivo do modelo. Na traseira a suspensão é com braço oscilante assimétrico Pro-Link com ajustes na pré-carga da mola.

O freio é a disco com ABS nas duas rodas, os pneus são aro 17 polegadas, o tanque tem capacidade para 14 litros de combustível e seu peso é de 165 kg. No site da Ásia é informado o consumo médio de combustível entre 26 e 40 km/l para a CBR 250RR, dependendo do tipo de uso.

Aqui, na comparação ao menos de suspensão, as motos de Honda e Yamaha se sobressaem a Ninja 400 ao trazer suspensão dianteira invertida em ambas. A moto da Kawasaki equipa garfo telescópico comum.

CBR300RR-MOTOR-PRECO

CBR 300RR Preço e comparativo

Agora vamos falar de preço e fazer um comparativo com suas possíveis concorrentes no mercado nacional.

A CBR 250RR 2020 tem o preço sugerido na Ásia de R$ 26.653,00 já convertido para o Real no momento da publicação desse vídeo sem levar em consideração taxas e afins. Antes de todo esse caos no câmbio ela era oferecida por cerca de R$ 22 mil.

O que nos leva a crer que, assim que a situação normalizar, que a nova CBR 300RR deverá ser lançada um pouco mais cara que os R$ 22 mil habituais, chegando na casa dos 25 a 26,5 mil reais ainda em conversão direta.

CBR300RR-vs-R3-vs-NINJA400-PRECO

Caso ela seja lançada no mercado internacional como está prevista, comparando com suas principais concorrentes do mercado nacional, ela estaria dentro do preço, já que a Yamaha R3 tem preço sugerido de R$ 25.990,00 enquanto que a Ninja 400 parte dos R$ 25.490,00 na sua versão mais em conta.

E aí, será que uma nova pequena esportiva bicilíndrica de 300 cc da Honda cairia bem aqui no Brasil? Desempenho ela teria de sobra, pois segundo alguns testes, a pequena CBR 250RR chega a alcançar 170 km/h. Deixe sua opinião nos comentários!

Advertisement



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *