Nova KTM Freeride E-SM é supermotard elétrica para as ruas

KTM lançou a nova Freeride E-SM, sua primeira moto elétrica desenvolvida para uso urbano. Ela possui bateria sob o assento e gera até 22cv de potência, leai mais.

A marca austríaca KTM lançou a Freeride E-SM nas ruas da Europa. Ela é a sua primeira moto elétrica desenvolvida para uso urbano e a sua terceira da linha Freeride E, que conta com duas versões off-road.

Advertisement

A moto, que tem só 108 kg, possuí sua bateria sob seu assento e da  força total para seu motor elétrico que lança uma saída de 15 cv e com rajadas curtas pode chegar até 22 cavalos de potência.

2015-KTM-Freeride-E-SM-05

KTM Freeride E-SM já está nas ruas da Europa

Seu torque linear é de 42 Nm e seu motor possuí três modos de operação (que podem ser escolhidos em seu painel localizado entre o guidão e o assento), os modos são: Econômico, Padrão e Avançado, controlados por apenas um botão.

Pesando no geral 108 kg, a E-SM conta com uma bateria de lítio em 300v  de 28 kg, que foi desenvolvida com a famosa Samsung, garantindo qualidade e durabilidade. Sua necessidade de carga completa é de 80 minutos e não é nada mal, sendo que 50 minutos completam sua energia em 80%. A bateria tem duração de até uma hora, mas dependendo do seu modo de direção essa durabilidade pode se alongar sem problemas, já sua bateria é facilmente removível, dando chance de substituir ela por uma nova ou uma reserva já carregada anteriormente.

KTM-Freeride-E-SM

Apesar de ser uma Freerider, com sua transmissão de engrenagem fixa a moto passa a ter câmbio automático, dando espaço para o freio traseiro em seu manete esquerdo.

Seguindo a linha Freeride (veja os outros modelos), o novo modelo elétrico da KTM foi desenvolvido com um quadro composto que tem duas chaves centrais de alumínio, fazendo conexão a uma estrutura tubular de aço que pega o motor como parte de suporte e um subframe de fibra de poliamida. Seu garfo tipo invertido da WP e amortecedor traseiro PDS contam com rodas da Pirelli Diablo Rosso de 17 polegadas. Já seus freios a disco vem com um par de pinças radialmente montados com quatro pistões na dianteira e pinça única de dois pistões em sua traseira.

O preço dessa beleza na Europa chega a 11 mil euros e fazendo a conversão livre para nossa moeda da algo em torno de 38 mil reais. Um preço super bacana para o modelo que é, porém fora do orçamento normal para um modelo parecido que utiliza gasolina como combustível!

Confira as fotos da KTM Freeride E-SM
2015-ktm-freeride-e-sm-eletrica KTM-Freeride-E-2015
models-e-sm

 

Advertisement



1 comentário em “Nova KTM Freeride E-SM é supermotard elétrica para as ruas

  1. Apesar da gasolina aqui no Brasil ter aumentado nesse ano de 2015 e de sofrer esse aumento desde 2010, acho q prefiro ficar msm com minha motinha 125cc a gasolina pq essa ai ta muito cara pra uma moto elétrica e gerando aproximadamente de 250cc á 300cc nao da neh, melhor investir em motos a combustível msm!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *