Cai Bem? Nova Suzuki V-Strom 250 SX no Brasil

A Suzuki apresentou a nova V-Strom 250 SX 2022. O modelo é uma motocicleta que traz ao segmento Adventure uma opção de baixa cilindrada e baixo custo.

Advertisement

A pequena Trail ainda não tem previsões de lançamento no Brasil, uma vez que por aqui a Suzuki aposta apenas nas motos de alta cilindrada no país. No entanto, a V-Strom 250 SX seria um lançamento e tanto, caso a marca decidisse apostar por aqui.

Vamos conferir um pouco mais do que a moto tem a oferecer e descobrir se a novidade cairia bem no mercado nacional.

Nova V-Strom 250 SX tem visual de big trail

Vamos começar falando do visual da Suzuki V-Strom SX. Isso mesmo, sem o 250, pois o nome oficial adotado pela marca quer evidenciar o porte da pequena moto sem limitar ela a baixa cilindrada.

No exterior não é novidade vermos uma moto de 250 cilindradas – dentro da linha de aventureiras V-Strom – da Suzuki. No entanto, a versão SX é uma motocicleta nova. Tem motor, chassi, suspensões e pacote eletrônico derivados da street Gixxer 250, comercializada no mercado internacional.

Mas o que chama a atenção no modelo é o seu visual, inspirado nas motos Trail de maior cilindrada da marca. O design da pequena Adventure descende das irmãs V-Strom 650 e da nova 1050.

  • Quer ver vídeos sensacionais sobre motos? Acesse o canal Motorede no: youtube.com/Motorede
  • Compre pneus com desconto na PneuStore usando cupom SEKU7 (para motos) e SEKU5 (para carros e outros), clique e aproveite: Pneu com Desconto

Esse estilo único das Bigtrails da Suzuki são evidenciados na pequena Trail de 250 cilindradas pelo formato do farol, pelo bico curto sobre o para-lamas e até o para-brisa lembram as motos de maior capacidade da marca.

Ou seja, ela pode facilmente ser chamada de uma “Mini V-Strom”. E não só pelo estilo. Mais do que apenas visual, a V-Strom 250 SX ainda traz itens cobiçados em motocicletas de baixa cilindrada aqui no Brasil.

O modelo conta com certa tecnologia embarcada, como o sistema Suzuki Ride Connect Edition, com conectividade bluetooth, que permite opções como monitoramento de alertas de chamadas e mensagens do smartphone (incluindo WhatsApp).

Ainda conta com a navegação “turn-by-turn”, que indica no painel de LCD o caminho para o destino selecionado, e para completar traz tomada USB, luzes em LED e sistema de partida rápida (Suzuki Easy Start System).

 

Suzuki V-Strom 250 SX Especificações

No coração da pequena novidade da Suzuki está o mesmo motor da street Gixxer 250, um monocilíndrico de 249 cm³, arrefecido a ar e óleo.

Para versão aventureira, esse propulsor é capaz de gerar a potência de 26 cv a 9.300 rpm e tem torque de 2,3 kgf.m aos 7.300 giros.

O câmbio é de 6 velocidades, permitindo viajar com uma marcha mais alta e se tornando outro ponto positivo em comparação com motos dessa faixa de cilindradas no mercado nacional.

O chassi também descende da pequena ‘Gix’, mas recebeu uma nova subseção traseira – sendo 10 cm mais alto do chão – tudo isso para encarar pisos fora de estrada. São 205 mm de distância solo, deixando o assento a 835 mm de altura.

A V-Strom SX tem roda de 19 polegadas na dianteira e 17 na traseira, calçando pneus de uso misto sem câmara. A suspensão tem garfo telescópico na frente e braço oscilante atrás, com ajuste de pré-carga em 7 níveis, com 120 mm de curso em ambas as rodas.

Esse conjunto encararia de forma bem satisfatória os diversos terrenos e desafios urbanos das cidades brasileiras. E para completar as especificações, a moto conta com freios ABS nas duas rodas, tem tanque de 12 litros, banco em dois níveis e peso total de 167 kg.

Suzuki V-Strom 250 SX preço e concorrentes 

No exterior, a nova Suzuki V-Strom 250 SX foi lançada para encarar concorrentes como a austríaca KTM 250 Adventure e a italiana Benelli TRK 251. Todas modelos Trail de baixa cilindrada, mas com pacotes de equipamento mais avançados e design inspirado em Bigtrails das respectivas marcas.

Caso a V-Strom 250 SX fosse lançada no Brasil, seria concorrente direta da Yamaha Lander 250. No entanto, teria potencial em seu visual e pacote para abocanhar vendas de modelos como a BMW G 310 GS e a Kawasaki Versys-X 300, além das tradicionais aventureiras e líderes de mercado Honda XRE 190 e XRE 300.

No mercado da Índia, onde o modelo foi lançado, ela chega em três opções de cores: amarelo, vermelho e preto.

Além disso, tem preço competitivo, partindo da casa das 211.600 rúpias, cerca de R$ 13 mil em conversão direta.

Apesar de ter uma proposta bastante convidativa, por enquanto o representante da Suzuki no Brasil não indicou intenções de trazer a moto ao país.

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários