Moto off-road elétrica mais potente do mundo

A fabricante Stark Future lançou no mercado a Varg, nada menos que a moto de off-road elétrica mais potente do mundo!

Advertisement

Mais do que isso, pelo fato de não ser à combustão ela é mais fácil de conduzir, requer menos manutenção e tem um desempenho superior às motos tradicionais.

Então, estamos falando da motocross mais versátil e avançada do planeta! Confira mais por que essa moto que está prometendo no universo das duas rodas.

Stark Future – Varg

A Stark Future parece coisa do personagem fictício Tony Stark, mas foi fundada em 2019 por Anton Wass e Paul Saucy, com raízes na Suécia. No entanto, a empresa opera a partir dos arredores de Barcelona, na Espanha, de onde foi desenvolvida a Varg.

Por sua vez, a Varg foi construida para apresentar a tecnologia elétrica em um potencial superior à das motos à combustão. E nesse quesito ela conseguiu! O modelo tem uma ficha que supera todos os modelos tradicionais off-road disponíveis no mercado.

Toda essa motivação – para criar a nova motocicleta – nasceu segundo a marca a partir da frustração de ver cada vez mais pistas de motocross, na Europa, encerradas por questões ambientais. Tudo isso ocasionado pelas elevadas emissões de poluentes, ou mesmo pelo alto ruído característico das off-road.

  • Entre no grupo do Motorede no Telegram, saiba tudo em primeira mão e interaja diretamente: t.me/Motorede

Stark Varg

Quer pilotar uma fera de 450cc de quatro tempos, ou uma pequena nervosa 125cc de dois? Com a Stark Varg é possível ter todas na mão! Utilizando-se das funções da moto, pode-se configurar até 100 modos de pilotagem e ter cinco deles instalados de forma ativa, disponíveis em qualquer hora.

Mas não para por aí. O modelo elétrico oferece até 30% a mais potência do que uma tradicional 450cc de quatro tempos. Força de sobre para um rali, por exemplo. Com isso, a Varg chega até aos 80 cv de potência máxima, tendo uma relação potência/peso que alcança os 9 cavalos por quilograma. O torque disponível na roda traseira chega aos 1025 Nm.

Além disso, os modos de condução, ajuste de curva de potência e freio motor, podem ser controlados pelo aplicativo da Stark Varg. O sistema é uma ferramenta que interage de forma intuitiva no painel de instrumentos da moto, ou mesmo no smartphone via iOS ou Android, que permite assumir o controle na palma da mão.

Autonomia semelhante a moto convencional 

A grande dúvida das elétricas é sua autonomia. Nesse quesito, a Varg se assemelha à uma moto de motocross 450cc tradicional. O modelo da Stark pode rodar por até 6 horas de percurso em ação. Além disso, pode ser recarregada completamente em uma ou duas horas, dependendo do carregador e da corrente da tomada.

O sistema de baterias da moto conta com a maior densidade energética do mundo, em um modelo de produção em série. São 6 kWh de capacidade na bateria, que pesa menos de 32kg, com a caixa da bateria fabricada em magnésio.

A refrigeração no conjunto acontece por ar, resultando em uma temperatura mais uniforme no reservatório energético. Além disso, permite a remoção de peso que seria empregado em um sistema de arrefecimento por líquido ou a vapor. Mas do que isso, a bateria da Varg é completamente à prova de água. Então pode ir na lama!

Conjunto Stark Varg

Conjunto da Stark Varge também tem peso semelhante a uma moto tradicional off-road, são 110 kg em ordem de marcha. A moto utiliza o motor elétrico – que pesa apenas 9 kg – como elemento estruturante, o que permite que o quadro seja mais leve. Além disso, elementos em fibra de carbono também fazem sua parte no alívio de peso.

Stark Varg preço

A Varg tem suspensões Kayaba, com curso de roda de 310 mm na frente e atrás. Segurando tudo isso estão os discos Galfer, com dianteiro de 260 mm e traseiro de 220 mm de diâmetro, utilizando o sistema hidráulico da Brembo.

O preço de tudo isso? A Varg parte dos valores sugeridos de 11.900 euros (mais de R$ 76 mil em conversão direta). Mas calma aí, as entregas dos pedidos começam apenas em setembro e não estão disponíveis no Brasil.

Uma pena! Com novidades interessantes e preço convidativo seria uma opção a ser considerada no país. A Yamaha WR 450F, por exemplo, parte dos R$ 71.030. Prefere uma menor? A Honda CRF 250F parte dos R$ 18.510. No entanto, a Varg promete tudo isso em uma moto só! Seria uma boa então em nosso mercado nacional?

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários