Produção de motos começa retomada gradual

Com a maiorias das fábricas retomando suas operações no Brasil, produção de motocicletas começa a escalada no volume de unidades mensais.

fabrica-producao-motos

Com a maiorias das fábricas retomando suas operações no Brasil, produção de motocicletas começa a escalada no volume de unidades mensais.

Advertisement

Para o mês de maio, com 80% das fábricas em operação, foram registradas 14.609 unidades produzidas no Polo Industrial de Manaus (PIM), segundo dados da ABRACICLO (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

Se formos comparar com o fatídico mês de abril deste ano, onde praticamente todas as fábricas ficaram paradas, o volume representa uma alta de mais de 880%. Naquele mês apenas 1.479 unidades saíram das fábricas.

fabrica-producao-motos

Produção de motocicletas voltará ao normal em breve

Se formos comparar o volume de produção de motocicletas de maio deste ano (14.609) com maio do ano passado (100.998 unidades), temos uma queda de mais de 85%.

Já comparando o acumulado dos cinco primeiros meses de 2020 com o mesmo período do ano passado a retração é pouco mais de 33%. São 313.687 unidades para este ano contra as 468.984 motocicletas fabricadas de janeiro a maio de 2019.

“As atividades começaram a ser retomadas na primeira quinzena de maio, com o retorno de aproximadamente metade das fábricas que estavam paradas. Na última semana do mês a volta das atividades fabris chegou a 80%. Os dados de maio refletem essa retomada gradual de atividades do setor e apontam para tendência de uma nova melhora no comparativo mensal de produção em junho”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

queda-vendas-motos-2020-00

Vendas no atacado seguem a retomada gradual

Assim como a produção de motos teve redução com as fábricas paradas, as vendas também acabaram caindo por conta do comércio fechada durante o isolamento social causado pela pandemia de Covid-19.

No mês de maio as fábricas repassaram para as concessionárias 18.355 motocicletas, representando um crescimento de 254,8% no comparativo com abril (5.173 unidades) e queda de 80,8% ante maio do ano passado (95.755 unidades).

No acumulado de 2020, as vendas no atacado somaram 300.930 unidades, correspondendo a uma queda de 34,1% na comparação com o mesmo período de 2019 (456.772 unidades).

No varejo, a média diária de vendas cresceu 10,7% na primeira semana de junho.

Fermanian acrescenta, porém, que o cenário é de incerteza, de forma que ainda não será possível refazer as projeções para este ano. “Precisamos acompanhar atentamente o mercado nas próximas semanas para termos uma base mais ampla e confiável antes de revisarmos os números”, diz.

Nova-CG160-Titan-25-anos-07

Desempenho de vendas de motos por categoria

Em maio, a Street se manteve como a categoria mais comercializada no atacado com 7.593 unidades, representando uma alta de 214,8% em relação a abril (2.412 unidades) e 83,2% inferior a maio do ano passado (45.285 unidades).

O segundo lugar também se manteve com a Trail, com 3.743 motocicletas comercializadas, volume 201,1% superior em relação ao mês anterior (1.243 unidades) e redução de 80,5% na comparação com maio de 2019 (19.173 unidades).

Com 3.293 unidades comercializadas, a Scooter veio na sequência com resultado 633,4% superior do que o registrado em abril (449 unidades). Em relação a maio do ano passado (9.480 unidades), houve recuo de 65,3%.

Veja o comparativo de vendas mensais de motos por categoria:

 

COMPARATIVO DE VENDAS DE MOTOCICLETAS NO ATACADO
MENSAL POR CATEGORIA
  Maio/19 Abril/20 Maio/20 (Maio/20) /
(Maio/19)
(Maio/20) /
(Abril/20)
STREET 45.285 2.412 7.593 -83,2% 214,8%
TRAIL 19.173 1.243 3.743 -80,5% 201,1%
MOTONETA 15.526 95 128 -99,2% 34,7%
SCOOTER 9.480 449 3.293 -65,3% 633,4%
NAKED 1.992 374 1.278 -35,8% 241,7%
BIGTRAIL 1.892 192 1.107 -41,5% 476,6%
OFF-ROAD 1.344 62 213 -84,2% 243,5%
CUSTOM 667 149 574 -13,9% 285,2%
SPORT 396 197 426 7,6% 116,2%
TOTAL 95.755 5.173 18.355 -80,8% 254,8%

Fonte: Associadas da Abraciclo

Advertisement



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *