Programa de Demissão Voluntária Honda – mais de 500 adesões

Motivada pela grave crise econômica e pela retração do mercado de motocicletas, números ultrapassaram 500 pessoas. Objetivo eram 300 colaboradores. Entenda!

MotoHonda-fabrica

Motivada pela grave crise econômica e pela retração do mercado de motocicletas, números ultrapassaram 500 pessoas. Objetivo eram 300 colaboradores. Entenda!

Advertisement

Motivada pela crise econômica e por uma forte retração no mercado de motocicletas dentro do território brasileiro, a Honda implantou recentemente um Programa de Demissão Voluntária (PDV), que visava atingir o número de 300 colaboradores, visando reduzir custos de produção e também realinhar os números com a realidade do mercado atual, mas o número de colaboradores interessados ultrapassou as 500 pessoas, muito além do esperado pela Moto Honda da Amazônia, que está situada no Polo Industrial de Manaus (PIM).

MotoHonda-fabrica

De acordo com a empresa, a medida se fez necessária por conta da necessidade de adaptação da produção à nova demanda de mercado, decorrente da crise financeira e também de uma “forte retração nos últimos quatro anos”, que estaria atingindo o setor e fazendo com que as vendas fossem drasticamente reduzidas, o que motivou a adoção do Programa de Demissão Voluntária.

Nova Honda CB 650F 2016

Como funciona o Programa de Demissão Voluntária

O Programa de Demissão Voluntária consistiu na elegibilidade dos empregados das empresas Moto Honda, HTA Indústria e Comércio e Honda Componentes, sendo que todo funcionário teve a opção de optar pelo programa, exceto os funcionários com contrato de tempo determinado, com estabilidade legal, os menores aprendizes ou aqueles que estavam afastados no período de duração do programa.

Honda Concept CB Type II – Conheça! 3

Segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal), Valdemir Souza Santana, a existência do Programa de Demissão Voluntária é um reflexo da crise financeira do setor, já que mais de 1.500 funcionários foram desligados da empresa, no polo de Manaus, desde o ano de 2009.

Honda Africa Twin Adventure Sports – Conceito Revelado! 6

Ainda segundo Santana, o programa visa permitir que os funcionários recebam algumas condições mais interessantes do que a rescisão contratual, já que esse processo se tornaria menos traumático, pois teria iniciativa do próprio funcionário, que estaria ciente dos riscos de demissão e também da necessidade de uma busca de recolocação no mercado.

Honda CG 160 Start 2016 chega ao mercado brasileiro 4

O que diz a Honda sobre o Programa de Demissão Voluntária

Em comunicado à imprensa, a empresa informou que mantem seu compromisso com o país e também com o mercado de motocicletas do Brasil. Além de ser a maior fabricante de motocicletas do país, a Honda possui no Polo de Manaus a maior fábrica da marca. Sendo detentora de 80% do mercado de motocicletas no país, a Honda conta com modelos como: Honda CG 160, Honda Biz, Honda CG 125, Honda CB 500, Honda Pop 110i, Honda XRE 300 e Honda NXR 160.

Honda SH 300i – Scooter pode chegar custando R$24 mil! 8

Confira o comunicado da empresa na íntegra:

“A Honda reitera seu compromisso com o Brasil e sua crença no potencial do mercado de motocicletas local. Há 40 anos, a empresa mantém em Manaus a maior fábrica de motocicletas da marca no mundo e seguirá empenhada na retomada dos patamares de produção para que possa seguir contribuindo com o desenvolvimento do País”.

Honda XRE 300 2016 chega ao mercado após rumores do fim da linha

Advertisement



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *