Suzuki Katana 2022 cairia bem no Brasil?

Suzuki lança nova Katana 2022 em uma evolução visual e tecnológica do modelo que surgiu no mercado mundial na década de 80. Veja seu preço e detalhes!

A nova Suzuki Katana nasceu de um modelo enraizado nos anos 1980, sendo apresentada com uma roupagem neoclássica ainda em 2019. Neste ano, durante o último mês, no mais recente Salão de Milão, a marca japonesa renovou a Katana com uma cor inédita e alguns requintes para 2022.

Advertisement

Como esperado, a Suzuki colocou no modelo todas as inovações apresentadas na GSX-S 1000 e GSX-S 1000GT.

As atualizações técnicas dizem respeito principalmente ao motor e à eletrônica embarcada. Muita novidade, visual matador e potência. Seria então a Katana uma boa pedida para o Brasil? Vamos conferir.

Suzuki Katana – Revival anos 80 

A Suzuki Katana tem em suas linhas um verdadeiro ‘revival’ ao modelo homônimo do anos 80. Agora, para 2022, ela vem apresentada nas cores “Premium Chic”. Entre as novidades estão a pintura azul escuro (Metallic Mat Stellar Blue) e a cinza batizada de “Solid Iron Grey”.

Mas além de novas cores a motocicleta traz alguns detalhes que tornam o design ainda mais refinado.

Os controles deslizantes do garfo abandonam a cor preta anterior, em favor do dourado. O mesmo acontece com as rodas de liga leve, que mudam do preto para o dourado/ocre. A mola monoshock da suspensão trasiera torna-se cinza, enquanto o banco agora é preto e cinza escuro.

  • Quer ver vídeos sensacionais sobre motos? Acesse o canal Motorede no: youtube.com/Motorede
  • Compre pneus com desconto na PneuStore usando cupom SEKU7 (para motos) e SEKU5 (para carros e outros), clique e aproveite: Pneu com Desconto

Suzuki Katana 2022 motorização

O motor da nova Suzuki Katana continua sendo o quatro em linha de 999 cc, que também caracteriza toda a gama GSX-S atualmente. No entanto, inovações introduzidas pelos técnicos da fábrica em Hamamatsu permitiram aumentar a potência em 2 cv, passando dos 150 anteriores aos atuais 152 cavalos a 10.000 rpm.

Já o binário de torque caiu de 11 kgf.m para 10,8 kgf.m. Mas calma, para compensar o que foi perdido os japoneses salientaram que o pico máximo chega 250 rpm mais cedo. Assim o torque é distribuído de maneira mais uniforme, chegando ao seu ápice aos 9.250 giros.

Em mais detalhes, o sistema de escapamento foi revisado para atender à homologação de emissões do Euro 5. Com isso, a caixa de ar foi redesenhada para reduzir a resistência à sucção. Houve também a adição de uma nova embreagem assistida SCAS (Suzuki Clutch Assist System). Essa última novidade visa garantir menos fadiga nas mãos e braços, em condições de uso intenso, como no trânsito.

Mais novidades na eletrônica 

Na parte eletrônica, a Suzuki Katana na versão 2022 vê a chegada de várias novidades. Em primeiro lugar, temos o controle do acelerador ride-by-wire. Com o novo sistema SIRS (Suzuki Intelligence Ride System) equipado com três modos – Ativo, Básico e Conforto – a moto responde a uma necessidade específica.

O modo de pilotagem A (ativo) é o mais esportivo, que retorna uma resposta e entrega do acelerador mais agressiva. O modo B (Básico), por outro lado, é a solução ideal para conduzir, oferecendo uma entrega o mais linear possível. Por último, e não menos importante, o modo de pilotagem C (Conforto) é projetado para andar em condições de baixa aderência.

A parte de equipamentos eletrônicos tem ainda a chegada do novo Sistema de Controle de Tração Suzuki. Essa novidade conta com cinco níveis diferentes de intervenção, mais o OFF (a opção de desligamento). Isso sem falar da nova caixa de câmbio eletrônica bidirecional.

Já o sistema Low RPM Assist foi atualizado, e evita o travamento da roda durante as reduções. O novo display LCD completa o pacote de novos mimos.

Suzuki Katana 2022 no Brasil

A Suzuki Katana 2022 chega ao mercado estrangeiro na faixa dos 21,990 dólares, mais de R$ 123 mil em conversão direta. O modelo já teve sua patente registrada no Brasil, no entanto, não tem perspectiva de chegada por aqui.

Uma pena, pois seria mais uma opção potente em um nicho das neked retrô, apesar dela ter um pouco mais de carenagens. Aqui no país ela poderia concorrer com modelos como a Honda CB 1000R. Gostaria de ver a Katana no mercado nacional também?

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Lucio Palheta
Lucio Palheta
7 meses atrás

Lamentável esse modelo não vir para o Brasil , pois teria uma boa saída, porém as fábricas fazem pouco caso do nosso mercado, contudo não lhes tiro a razão em função do atual governo que tem um comando pífio da economia.

Seku Mello
Admin
6 meses atrás
Responder a  Lucio Palheta

Pois é, a Katana é uma moto legal, talvez seria uma opção interessante para variar o mercado.