Traxx Dunna 600 já está no Brasil, em processo de homologação

A Traxx traz uma novidade de 600c direto da China para o Brasil. A Dunna 600, comercializada na China como JH600, está em processo de homologação aqui no Brasil e em breve estará disponível nas revendedoras Traxx. O modelo é o mesmo usado pelas unidades de polícia e exército chinês.

Advertisement

A Traxx Dunna 600 trata-se de uma moto de uso misto, desenvolvida para o dia-a-dia, longas viagens e também para o uso off-road. O modelo que está em processo de homologação no Brasil é equipado com um motor de 590cc monocilíndrico SOHC de 4 válvulas, refrigerado a água, alimentado por injeção eletrônica, que gera 35cv a 6.000RPM, e seu torque é de 4,6kgfm a 4.500RPM. Seu painel é equipado com hodômetro  parcial e total, tacômetro, marcador de combustível e indicadores de neutro, marchas e luz alta. Seus pneus são de uso misto e vem de série, assim como os freios a disco nas duas rodas.

Não obtivemos informações sobre o preço deste modelo no Brasil, mas segundo algumas informações a Traxx afirmou que a Dunna 600 será a moto com preço mais acessível do mercado para modelos de 600cc.

A Traxx inaugurou sua fábrica no dia 31 de Dezembro de 2007 em Manaus e conta com uma estrutura de 7.000m² e espaço total de 53.000m². Sua linha de montagem está trabalhando com a produção de 100.000 motos por ano, e o grupo CSIG (China South Industries Group), dono da Traxx, disse que o Brasil é o primeiro país a receber seu maior volume de investimento por considerar o Brasil um país estratégico e o mais importante da América Latina.

Abaixo algumas fotos da Traxx Dunna 600:

Advertisement



6 comentários em “Traxx Dunna 600 já está no Brasil, em processo de homologação

  1. “Seus pneus são de uso misto e vem de série, assim como os freios a disco nas duas rodas.”
    Que bom que, ao menos, ela vem com pneus 😉
    Falando sério, a impressão que dá, julgando pelas fotos e números, que é uma máquina um tanto antiquada em termos de concepção. Tudo bem, nem todo mundo precisa de MV Agusta ou Kawa Ninja. Mas e a qualidade dos componentes mecânicos? Só o tempo vai poder dizer se é realmente um modelo válido (espero que sim) ou não.

  2. cada um tem uma opiniao,eu tenho uma traxx shark 250cc, ja fui tres vezes a monte video no uruguai sou de porto alegre ou seja 1200 km , por tudo foram percorridos 2500 km. gasto combustivel, sera que responde algo.kkk. espero chegar a dunna 600cc, quero esta pra minhas viagens.

  3. Design extremamente defasado. Mas se tiver preço vende. Mais pela carência do mercado de motos maiores com preço competitivo, menos pela qualidade e confiabilidade do produto.

  4. Se comparada com a japonesas atuais perde em tudo, mas, eu que sou motociclista a mais de 35 anos posso dizer que uma Honda ou uma Yamaha dos anos 1970 não eram melhores que essa chinesa parece ser. Mas 210 kilos em 35 hps é de doer. Tem o peso importante de ser a moto oficial do exercito chinês, mas será o tempo, senhor da razão no mundo da motocicletas, que vai dizer o que é essa moto, vamos esperar 10/15 anos para ver a que veio essa chinesa. Eu torço para que seja uma boa surpresa.

  5. Creio que como amante e motociclista de anos venha subtituir a altura nossa lendária Honda Sahara 350.
    Os preços abusdos das atuais 600.650,660 estão deixando a desejar para motociclistas mais modestos como eu que prezam, além do conforto, estabilidade, segurança a economia na hora de abastecer(consumo)e na manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *