Yamaha NMax 160 2018 chega com ajustes na suspensão

Nova Yamaha NMax 160 2018 acaba de ser lançada pela fabricante e traz mudanças tanto estéticas quanto mecânicas para se firmar no mercado. Veja os detalhes aqui!

Yamaha NMax 160 2018 Brasil

Nova Yamaha NMax 160 2018 acaba de ser lançada pela fabricante e traz mudanças tanto estéticas quanto mecânicas para se firmar no mercado.

Advertisement

A scooter, que está em segundo lugar nas vendas da categoria no primeiro semestre deste ano, tem agradado seus proprietários e agora na versão 2018 teve com uma das atualizações mudanças em seu par de amortecedores traseiros.

Outros detalhes da nova NMax 160 são relacionados a cores, acabamento do assento e rodas.

Já seu preço é sugerido no site oficial da Yamaha é de R$11.690,00 sem a inclusão do frete ou taxas.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

No design a NMax 160 continua mantendo a combinação entre a esportividade e o conforto que são comuns da linha MAX de scooters da Yamaha. E no novo modelo 2018 esse design é valorizado pelas novas cores.

A opções de cores oferecidas para a NMax 160 2018 agora são o Branco Metálico (S-White), o Preto Sólido (Black Eclipse) e o Vermelho Fosco (Matt Red).

  • Entre no grupo do Motorede no Telegram, saiba tudo em primeira mão e interaja diretamente: t.me/Motorede

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Outro detalhe destacado como novo são as rodas do lançamento, que agora passam a vir pintadas de preto garantindo ainda mais esportividade para o scooter e seu assento que tem nova textura separada em duas partes, entre o piloto e o garupa, por uma costura destacada.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Completando o design da nova scooter NMax 160 2018 está seus faróis em LED, que no farol baixo exibe dois feixes elegantes de luz, enquanto que no farol alto uma terceira luz central é acesa. Além do painel de instrumentos totalmente digital.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Já na parte mecânica a novidade é relacionada ao conforto em uma área que é reclamação recorrente para donos de scooters pequenos: as suspensões. No caso da nova NMax a Yamaha ajustou a calibragem dos amortecedores duplos da traseira, garantindo ser o suficiente para melhor o conforto.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Os amortecedores Double Shock tem curso de 90mm, enquanto o suspensão dianteira, que não sofreu modificações, continua com curso de 100mm.

Como mencionado antes, as rodas vem em preto, tem 13 polegadas e são forjadas em liga de alumínio. Os pneus, sem câmara, são 110/70 na dianteira e 130/70 na traseira.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Na parte mecânica ela continua equipando o motor monocilíndrico, de 155cc, 4 tempos, com comando simples no cabeçote e refrigeração líquida que é capaz de gerar a potência máxima de 15,1cv a 8.000RPM e torque máximo de 1,5Kgf.m aos 6.000 giros.

Uma inovação na parte mecânica é o sistema chamado de VVA (Variable Valve Actuation) ou, em português, Atuação de Válvula Variável, que consiste em permitir a variação na abertura e fechamento das válvulas de admissão do motor, gerando economia contínua devido ao melhor aproveitamento da queima de combustível.

Basicamente, ele é capaz de oferecer bom torque nas baixas e potência nas média/altas rotações e ainda garante uma boa economia de combustível. Segundo testes especializado o NMax 160 chego a fazer 42km por litro.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Completando o pacote mecânico está o câmbio automático CVT, o tanque de combustível com capacidade para 6,6 litros e o ABS de série e freios a disco nas duas rodas, com disco de 230mm tanto na dianteira, quanto na traseira.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Yamaha NMax 160 2018 Preço

Conforme informado, disponível com freios ABS de série e nas três opções de cores a nova Yamaha NMax 160 2018 tem o preço sugerido de R$11.690,00 sem a inclusão de taxas ou frete.

Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Yamaha NMax 160 2018 Ficha Técnica

 

Motor Refrigeração líquida, 4 Tempos, SOHC, 4 válvulas
Cilindros 1
Cilindrada Real 155cm³
Potência Máxima 15,1 cv (8.000 rpm)
Torque Máximo 1,5 kgf.m / 6.000 rpm
Sistema de Partida Elétrica
Capacidade do Tanque (reserva) 6,6 L (1,4 L)
Pneu Dianteiro 110/70-13M/C 48P
Pneu Traseiro 130/70-13M/C 63P
Freio Dianteiro Disco 230 mm
Freio Traseiro Disco 230 mm
Suspensão Dianteira Garfo telescópico / 100mm curso
Suspensão Traseira Motor Balança / 90mm curso
Peso 127Kg

 Yamaha  NMax 160 2018 Brasil Yamaha  NMax 160 2018 Brasil

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
19 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Franklin
Franklin
2 anos atrás

Comprei a duas semanas a minha Nmax e realmente acho que a Yamaha tem que melhorar esses amortecedores traseiros .
Muito solavanco no nosso corpinho !!!

Fernando Moreno
Fernando Moreno
3 anos atrás

Pois é…ando de moto faz mais de 30 anos e me apaixonei pela Nmax no momento que a vi, andei de Honda Lead por mais de quatro anos e gosto muito de scooters, mais racionais e sem ter que trocar marchas…ser dura é questão de adaptação, não achem que scooter deve ser macia como uma moto.
De resto é questão de gosto próprio mesmo. Abç.

Diego Miranda
Diego Miranda
4 anos atrás

A 16/17 tem a suspensão de betoneira e nem por isso foi chamado para um recall ou coisa do tipo, isso mostra o carinho e preocupação da marca com seus clientes, foi minha primeira e última Yamaha.

Lionel Seku Mello
Lionel Seku Mello
4 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

Então @disqus_5KQEDhib3H:disqus esse (a suspensão) é um grande mal dessas scooters, tanto para NMax 160 quanto para a PCX 150. As fabricantes usam modelos que são comuns em outros países, mas talvez esses não sejam os melhores projetos pro Brasil. O jeito é eles irem ajustando, adaptando e melhorando para o nosso mercado…

Diego Miranda
Diego Miranda
4 anos atrás
Responder a  Lionel Seku Mello

E o que eu faço com os 12 mil que eu gastei em setembro de 2016? Gasto mais dinheiro para deixar ela confortável? Você acha isso justo?

Lionel Seku Mello
Lionel Seku Mello
4 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

Pois é @disqus_5KQEDhib3H:disqus essa é uma situação complexa. Sempre sobra para gente ter que se adaptar e se virar.

Diego Miranda
Diego Miranda
4 anos atrás
Responder a  Lionel Seku Mello

Então por isso estou vendendo a minha e não compro mais a Yamaha, sempre tive Honda, cai na besteira por achar ela linda e me dei mal, se tivesse um teste Ride eu não teria jogado esses 12 mil nela, teria comprado outra. Esse conforto é para moto de 7/8 mil e até nisso uma Burgman da de 1 milhão a zero nela…. Nem precisa ser a nova. Não recomendo e quem quiser comprar anda nela primeiro para ver se vale o investimento. Abraços.

Marcos Pagliari
Marcos Pagliari
4 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

Toda scooter tem seus defeitos assim como motos “cg” a Honda cobra mais por menos segurança e equipamentos pois pcx que tbm veio com problema no amortecedor nem ABS tem. Parte da culpa tbm é nossa por reclamamos demais porém continuamos a comprar porcarias da Honda. Já tive uma Bugman 125 nunca tive problemas mecânicos porém suspensão é pior que a nmax. Em compensação meu cunhado possui uma cg Honda que vive mais na oficina do que andando e foi mais cara que a Bugman e nem mostrador de combustível tem. Pra mim Honda aqui no Brasil é uma basta.… Ler mais »

Diego Miranda
Diego Miranda
4 anos atrás
Responder a  Marcos Pagliari

Tá de sacanagem, você é um fanboy da Yamaha, não vou perder o tempo com.quem usa essa moto de bicicleta, eu rodo de 100 a 180km todos os dias e afirmo o banco é a suspensão são muito ruins e víde o grupo da nmax no Facebook quantas pessoas venderam pois não gostaram da moto. Pelo amor de Deus para com essa de que o brasileiro reclama, só reclama quem paga, quem gasta, dinheiro não dá no vaso não.
Obs: sua Burgman deveria ser sucata pois andei em uma 2009 e é maravilhosa.

Vinicius Eguthi
Vinicius Eguthi
4 anos atrás
Responder a  Marcos Pagliari

Marcos discordo totalmente de você, a suspensão da burgman põe a suspensão da PCX e Nmax no bolso, isso como uma roda de 10″, o povo fica arrumando desculpa de ser o asfalto ruim aqui no Brasil.

timteobatalha
timteobatalha
4 anos atrás
Responder a  Marcos Pagliari

No brasil, você pode encomendar a Yamaha XMax 400. Eles entregam.
Desembolsar quase R$ 32.000,00.

timteobatalha
timteobatalha
4 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

a burgman é macia…um pouco só pois toda scooter abaixo de 250cc é dura.
no entanto a Yamaha NMAX 160 praticamente JAMAIS ti derrubara em uma curva, justamente pelo ajuste firme de suspensão. Se a curva estiver limpa, vocÊ praticamente tem que se jogar para cair, pois a firmeza da suspensão não permiti que os pneus descolem….somando isso ao ABS, segurança TOP !!
Calibra pneu dianteiro com 22 e a traseira com 34…vai melhorar.
Agora melhorar mesmo somente após os 3500km rodados.
foi assim comigo e estou trocando a minha com 6410km por outra zero.

Lima
Lima
2 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

Vai lá, compra uma PCX ou SH pensando que é melhor… rs. Falo isso porque a minha última moto foi uma PCX e a minha esposa ainda faz fisioterapia de uma fratura no úmero depois de um ano de um acidente provocado porque a PCX não tem ABS. Já tive Honda, Suzuki e agora tenho Yamaha. Honda só tem nome e mercado e está cag… e andando pro consumidor brasileiro porque sabe que ele sempre vai morrer na mão dela. Fora que são péssimos pra negociar.

timteobatalha
timteobatalha
4 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

calibra a dianteira com 22bar e a traseira com 34…vai melhorar.
Agora melhorar mesmo somente após os 3500km rodados.
foi assim comigo e estou trocando a minha com 6410km por outra zero.

Vendas Asamotocenter
Vendas Asamotocenter
4 anos atrás
Responder a  Lionel Seku Mello

Correto Lieonel, o que acontece na verdade é que as suspensoes da scooter tem um curso pequeno, e o asfalto brasileiro, ruas, avenidas, sao totalmente desniveladas e esburacadas, diferente do que acontece na Europa, que são tapetes

Lionel Seku Mello
Lionel Seku Mello
4 anos atrás

É mais ou menos por aí @vendasasamotocenter:disqus

timteobatalha
timteobatalha
4 anos atrás

…já vim muitos vídeos youtube de scooter pela Europa e posso afirmar que a buraqueira e desníveis são quase à semelhança com o brasil.
Já na Coréia do Sul , Tailândia e alguns outros asiáticos, por estranho que possa parecer, o asfalto é sempre melhor…..inclusive a multidão de scooter’s supera em muito a Europa.

timteobatalha
timteobatalha
4 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

na minha NMax 16/17, assim que sai da loja verifiquei a calibragem dos pneus. Estavam quase estourando. Então calibrei de acordo com o manual: 22 bar na dianteira e 36 na trazeira…sendo que depois reduzi na traseira para 34. Melhorou consideravelmente. Mas melhorar mesmo foi a partir dos 3500 km rodados foi quando a suspensão traseira realmente ficou muito mais macia e sempre sem dar fim de curso quando com dois passageiros, um com 80kg e o outro com 72kg.
Hoje ela está com 6410km rodados e amanhã estarei trocando por outra 2018!
Show de scooter!

Valdelice
Valdelice
3 anos atrás
Responder a  Diego Miranda

Diego, A NMAX 160 ano 2017/2017 continuou sem conforto nenhum, a suspensão é dura, seca, pula muito. Ao pilotar na área urbana de São Paulo mesmo que em pouca velocidade ou seja, em ruas que possuem ondulações e/ou recapeamentos este modelo pula muito. Mas quem é acostumado a cavalgar a cavalo provavelmente não sentirá a diferença. Ao comprar a NMAX 160 não imaginava que iria cavalgar em 2 rodas. Ela é belíssima, tem bom desempenho mas não recomendo este produto as pessoas, pois, já temos o stress do trânsito que sobrecarrega os ombros e esta suspensão da NMAX gera impacto… Ler mais »