Home » Destaques » Os novos capacetes Givi são bons? Avaliamos na prática!

Os novos capacetes Givi são bons? Avaliamos na prática!


21 jun 2018 0 Comentários

Conhecida por seus acessórios e baús, fabricante italiana Givi apresentou sua nova linha de capacetes em novembro, durante o Salão Duas Rodas 2017.

Recebemos dois modelos especialmente para que pudéssemos testar e avaliar a qualidade de quem comercializa capacetes há mais de 15 anos na Europa.

A Givi trouxe dois tipos de capacetes ao país onde um é escamoteável/articulado (X.21) e o outro totalmente fechado (50.5). Ambos trazem diversas opções de grafismos para agradar os mais variados públicos.

Avaliação Capacete Givi

Capacetes Givi 2018

Com mais de 40 anos de existência, e há mais de 15 anos vendendo capacetes, a fabricante italiana é uma das melhores no mercado mundial de acessórios para motos (baús e acessórios).

A nova aposta da famosa marca para o Brasil são os capacetes, algo já consolidado em outros mercados. Com isso a Givi passa a oferecer o modelo X.21 Challenger, o 50.5 Tridion e suas variantes.

O preço é sugerido de R$ 699,00 para a linha 50.5 Tridion e de R$ 1.099,00 para a linha X.21 Challenger. Abaixo vamos avaliar cada um deles.

Avaliação Capacete Givi X21 Challenger

Capacete Givi X.21 Challenger

Um dos principais destaques do capacete X.21 da Givi é que ele funciona tanto aberto como fechado. Ou seja, ele é articulado. E aqui a fabricante faz questão de mencionar que o X.21 é homologado na Europa com as duas versões. Algo que nem toda marca consegue com seus capacetes escamoteáveis.

O casco é composto de Polímero plástico “STC” e o peso total do capacete é de aproximadamente 1,5 kg. Esse é outro item destacado pela Givi, o tamanho compacto do casco para um modelo articulado, que geralmente é maior justamente pela dupla função (aberto/fechado).

Avaliação Capacete Givi

Na prática, durante a pilotagem, o que se sente é um capacete altamente leve e aerodinâmico. A pressão do ar “sobre a testa” do piloto se torna mínima, o que dá ainda mais sensação de leveza.

Sobre as entradas de ar, a do queixo funcionou sem problemas mas o que chamou atenção foi a circulação interna de ar quando a entrada superior estava aberta. Foi possível sentir o ar fresco caminhando do topo da cabeça até a saída no exaustor traseiro.

Algumas pequenas trepidações aconteceram na parte da frente do capacete quando estava em velocidade de cruzeiro na rodovia (acima de 120 km/h). Mas isso rolou por conta de ter pego o capacete um número maior do que o que costumo usar.

Avaliação Capacete Givi X21 Challenger

O X.21 é um ótimo capacete para quem adora viajar. Ele se dá muito bem nas rodovias quando fechado e ainda serve como um capacete aberto (homologado) quando estamos rodando devagar dentro da cidade (ou praias, meu caso rs).

O óculos interno com proteção UV se saiu muito bem quando usado contra o sol. É muito fácil para descer e subir a “lente” através do botão/alavanca posicionada na borda lateral do capacete.

Avaliação Capacete Givi 50-5 Tridion

Capacete Givi 50.5 Tridion

Já o capacete 50.5 Tridion tem linhas e grafismos mais agressivos/esportivos e tem uma proposta mais diferenciada. Ele é do tipo totalmente fechado e apresenta praticamente as mesmas especificações e qualidades do X.21.

No nosso teste, apesar de ser algumas gramas mais leve que o X.21 (1.550 g), o 50.5 Tridion (1.490 g) deu a sensação de ser levemente mais pesado. Isso aconteceu durante o teste na prática, andando nas ruas. Na mão os dois parecem ter o mesmo peso.

O visual desse modelo chama atenção. As linhas são bem trabalhadas e ele é oferecido em diversas opções de cores e grafismos. Um ponto que não chega a ser negativo foi o “peso” do botão para descer a lente do óculos interno.

Avaliação Capacete Givi 50-5 Tridion

O acabamento interno é antialérgico e pode ser removido e lavado para ambos os modelos. Assim como os dois tem pintura com tratamento UV, narigueira removível e viseira anti-risco com 2,2mm que já vem preparada para o Pinlock anti-embaçante.

Os dois capacetes se saíram muito bem durante nosso teste. Pouquíssimo ruído, boa circulação interna de ar, encaixe suave e confortável na cabeça e se demonstraram ser bem resistentes ao uso intenso.

Assista abaixo o vídeo do nosso teste na prática:

Conforme já informado, o X.21 tem preço sugerido de R$ 1.099,00, enquanto que o preço do 50.5 é sugerido de R$ 699,00. Abaixo veja a descrição oficial completa de cada um.

Avaliação Capacete Givi X21 Challenger

Modelos X.21 Escamoteável e 50.5 Tridion

  • Composição: Polímero plástico “STC”
  • Peso: 1.550g +/- (X.21) e 1.490 +/- (50.5) Ou seja, cerca de 1,5 kg cada um
  • Tamanhos: 54 / 56 / 58 /60 /61 e 63
  • Encaixe do mecanismo de abertura do casco em aço
  • Forração: Antialérgica (removível e lavável)
  • Fechamento cinta jugular: feche micrométrico (base de metal)
  • Pintura com tratamento UV
  • Bavete removível
  • Entradas de ar frontais e exaustor de ar traseiro
  • Narigueira removível (minimiza o embace da viseira)
  • Viseira solar interna: tratamento UV
  • Viseira plana 2,2 mm, anti-risco , tratamento UV, trava de viseira
  • Trava de viseira
  • Preparado para membrana Pinlock anti-embaçante (pinlock não acompanha o capacete), disponível pela GIVI cod. Z2399R.
  • Viseira de troca rápida e com trava de fechamento.

Avaliação Capacete Givi 2018 Avaliação Capacete Givi 50-5 Tridion Avaliação Capacete Givi 50-5 Tridion Avaliação Capacete Givi 50-5 Tridion



Deixe uma resposta