Conheça a superbike Kawasaki Ninja ZX-10R

E foi no Salão Duas Rodas 2015 que a Kawasaki fez a estréia mundial (em paralelo com Barcelona, na Espanha) de seu novo modelo ZX-10R. Uma das motos que mais atraiu a atenção dos visitantes e claro, o desejo de pilota-la.

Com alterações em seu visual e parte técnica, a empresa japonesa já lançou o modelo na Europa e ele deve chegar no Brasil (com montagem em Manaus) a partir de 2016, porém sem data oficial ainda.

E foi no Salão Duas Rodas 2015 que a Kawasaki fez a estréia mundial (em paralelo com Barcelona, na Espanha) de seu novo modelo ZX-10R. Uma das motos que mais atraiu a atenção dos visitantes  e claro, o desejo de pilota-la.

Com alterações em seu visual e parte técnica, a empresa japonesa já lançou o modelo na Europa e ele deve chegar no Brasil (com montagem em Manaus) a partir de 2016, porém sem data oficial ainda.

A superbike agora conta um um upgrade em seu motor, que atinge 200 cavalos a 13 mil rpm e que podem chegar a 210 com a indução de ar. O motor tem 4 cilindros e 998 cc, e segundo a empresa, as novas alterações foram meticulosamente estudadas e retrabalhadas, para não deixar nenhuma parte sem o toque que era buscado desde o início de seu desenvolvimento. Então agora ela vem com um novo virabrequim, que permite uma dirigibilidade mais leve, pistões mais curtos e válvulas de escape maiores. Já seu torque vem em 11,6 kgf.m a 11.500 rpm.

Kawasaki-Ninja-ZX10R-2016-05

Nova Kawasaki Ninja ZX-10R

Um dos ótimos diferenciais é que agora ela passa a ter um chassi mais leve, num peso total de 206 kg, porém sua versão 2015 conseguia ser alguns quilos mais leve.

O seu amortecedor de direção eletrônico é Öhlins, e diferente de um mecânico, os seus amortecimentos são modificados eletronicamente de acordo com o grau de velocidade, gerando mais estabilidade em altas velocidades.

salao-duas-rodas-kawasaki-2015-zx-10r-traseira

Visitantes tiram foto da Ninja ZX-10 no Salão Duas Rodas 2015

Com uma certa similaridade a Ninja H2R, seu freio dianteiro é Brembo, que garante um sistema ideal para entradas de curvas em circuitos. E por falar em freio, o sistema de tração S-KTRC (Controle de Tração Esportiva) está presente no modelo 2016 – Ele permite monitorar as condições de aceleração e rotação das rodas e controla as rotações do motor evitando que as rodas percam o contato com solo ou que forneça uma potência maior do que o pretendido – Também prevenindo as derrapagens e hidroplanagens – Tudo isso visando na segurança do piloto e carona.

roda-zx-10r

Seus garfo traseiro foi desenvolvido junto a Showa durante os campeonatos do mundial e ao tempo foram realizados mais testes para melhorar ainda mais seu desempenho e se tornando um trunfo para  superbike. O Garfo dianteiro é Showa – Balance Free Front Fork e se junta ao garfo traseiro BFRC  Lite, que é a versão mais compacta e leve do Balance Free Rear Cushion.POST_ZX-10R_02

A ZX-10R também conta com o Power Mode – Sistema de três opções: Full, Middle e Low (Alto, Médio e Baixo) que permite ao piloto escolher o tipo de pilotagem que de adapta a sua condição no momento. Os modos permitem e regulam o nível de potência máxima que a moto vai entregar, por exemplo, o modo Low entrega uma potência baixa/máxima de 60% do seu total.

Vale lembrar que a Ninja ZX-10R tem um belo histórico no Mundial de Superbike – O piloto britânico Jonathan Rea foi campeão mundial com ela.

Kawasaki-Ninja-ZX10R-2016-preta

A superbike vai ser disponível nas cores verde e preto com grafismo

 

Conheça as principais especificações da Kawasaki Ninja ZX-10R 2016!

Tipo:  4 tempos, 4 cilindros em linha, refrigeração líquida
Cilindrada:  998 cc
Sistema de válvulas  DOHC, 16 válvulas
Lubrificação:  Lubrificação forçada (cárter úmido com óleo refrigerado)
Tipo: Viga dupla em alumínio fundido
Altura do assento: 813 mm
Peso em ordem de marcha: 198 kg / 201 kg (ABS)
Capacidade do tanque: 17 litros
Transmissão:  6 velocidades
Sistema de acionamento:  Corrente de transmissão
Dianteira: Garfo invertido de 43 mm com compressão,retorno e pré-carga da mola totalmente ajustáveis

amortecedores eletrônicos Öhlins

Traseira: Back-link horizontal com amortecedor a gás, compressão,
retorno e pré-carga da mola totalmente ajustáveis
Dianteiro – Tipo Disco duplo de 310 mm em formato margarida
Dianteiro – Pinça Dupla de fixação radial com 4 pistões opostos de alumínio
Traseiro – Tipo Disco simples de 220 mm em formato margarida
Traseiro – Pinça Pinça com pistão simples de alumínio
Potência máxima: 147,1 kW (200,1 CV) / 13.000 rpm
Torque máximo: 112 N•m (11,4 kgf•m) / 11.500 rpm


Kawasaki-Ninja-ZX10R-2016-04salao-duas-rodas-kawasaki-2015-zx-10r-painelsalao-duas-rodas-kawasaki-2015-zx-10r


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *