Periculosidade Motos

Dilma assinou lei de periculosidade para Motoboys que dá 30% de adicional

E a Dilma assinou! Após o senado aprovar no mês de maio uma lei que visa garantir adicional de periculosidade em 30% do salário para quem trabalha com motocicletas a presidente Dilma Rouseff sanciona a lei neste mês de junho. O projeto de lei havia tramitado por mais de dois anos no Congresso e agora foi definitivamente sancionado e posto em vigor.
Utilizando um capacete e colete refletivo a presidente disse que “Hoje, com a sanção da lei, estamos mudando a CLT, para garantir a todos os motoboys, mototaxistas, motofrentistas o direito ao adicional de periculosidade e que significa o adicional de 30% sobre seus salários. Nada mais justo, nada mais necessário”.