Moto mais cara do Brasil em 2020 acaba de ser lançada

Mal começou 2020 e já temos uma nova líder como a moto mais cara do Brasil. Seu Preço? R$ 700 mil! Veja aqui quais a motos mais cara do Brasil em 2020

01-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil

Mal começou 2020 e já temos uma nova líder como a moto mais cara do Brasil. Seu Preço? R$ 700 mil!

Com apenas 500 unidades à venda em todo o mundo, nova Ducati Superleggera V4 chega a entregar até 234 cavalos e se torna a moto mais potente já produzida pela fabricante. Ela é uma evolução da V4 Panigale.

Todas as unidades serão feitas na Itália e os brasileiros que desejam colocar uma máquina exclusiva como essa em suas garagens terão que desembolsar um “pequeno” sinal de R$ 100 mil para reservar a sua.

03-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil

Motos mais caras do Brasil em 2020

Até então a lista de motos mais caras do Brasil em 2020 era liderada pela monstruosa HP4 Race, uma versão de competição da BMW S 1000 RR limitada a apenas 750 unidades e com preço na casa dos R$ 500 mil aqui no Brasil.

BMW HP4 Race no Brasil Pista

Lançada no país em 2017 durante o Salão Duas Rodas, a HP4 Race é trabalhada individualmente na fábrica de Berlim, Alemanha, em um processo de montagem artesanal, feito por especialistas da BMW.

Restrita às pistas, o modelo traz até chassi em fibra de carbono para chegar em um peso total de apenas 171 kg. Sua potência? São 215 cavalos entregues pelo motor de 4 cilindros e 999 cilindradas que deve ser totalmente substituído a cada 5000 quilômetros.

Panigale V4R na pista

A segunda colocada, que consequentemente passa para o terceiro lugar de moto mais cara do país, também é uma Ducati. Na verdade, ela foi desenvolvida com base na versão que começou a ser usada no MotoGP. Estamos falando da Ducati V4 R e seus R$ 250 mil.

Ducati-Panigale-V4R-Brasil-07

O preço mais “acessível” se dá porque essa não é uma moto exclusiva para as pistas de corrida. Ela é produzida e vendida para o usuário final e com seus 221 cavalos está homologada para rodar nas ruas do Brasil.

Mas para os pilotos mais agressivos, a moto que chega a ter asas em sua carenagem para melhorar o desempenho aerodinâmico pode ser equipada com um kit que só pode ser usado me pistas que faz o modelo chegar aos 234 cavalos.

O kit é composto por escape e ponteira especiais, novo mapeamento para o motor de 4 cilindros e aumenta o preço da superesportiva em mais R$ 41 mil, fazendo com que ela chegue perto dos 300 mil reais em seu preço final.

01-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil

Ducati Superleggera V4, a moto mais cara do Brasil em 2020

Com preço de R$ 700 mil, a nova Ducati Superleggera V4 é a moto mais cara do Brasil. O preço se justifica por ela ser a motocicleta mais avançada e potente já produzida pela Ducati em toda sua história.

Na tradução literal do seu nome, Superleggera (Super Leve), já podemos ter noção da principal característica do modelo: são apenas 159 kg na versão de rua. Esse número pode cair ainda mais, para os 152 kg, caso seja equipada com o kit de pista.

04-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil

Tais números foram alcançados graças a diversas partes da moto como quadro, rodas e até balança traseira serem fabricadas em fibra de carbono. Com seus 224 cv na versão de rua e 234 cv com kit pista ela entrega relação peso/potência de 1,4 cv/kg e 1,54 cv/kg respectivamente.

06-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil

Para manter a leve e monstruosa superesportiva no chão as mesmas asas do modelo da Ducati que compete o MotoGP estão presentes. Segundo informações, elas são responsáveis por gerar uma força aerodinâmica de 50 kg a 270 km/h, mantendo a moto colada no chão.

A parte eletrônica se destaca com sua Unidade de Medição Inercial (IMU) de seis eixos. Controle de tração e derrapagem, auxílio largada, controle de freio motor e três modos de pilotagem que podem ser personalizados são algumas das características da eletrônica embarcada.

02-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil

A Ducati informa que começarão a sair cinco unidades do modelo por dia em sua fábrica na Itália a partir de junho de 2020 e que a expectativa é de entregar todas as 500 unidades até o final do ano. Será que alguma virá para o Brasil?

05-Ducati-Superllegera-Mais-Cara-Brasil


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *