Transmissão por corrente vs cardã de moto qual a melhor?

Veja pontos fortes e pontos fracos no comparativo de transmissão para moto por corrente e cardã: qual a melhor?

corrente-vs-carda-01

Veja pontos fortes e pontos fracos no comparativo de transmissão para moto por corrente e cardã: qual a melhor?

Advertisement

A transmissão da motocicleta é responsável por passar para a roda traseira a força gerada pelo motor e consequentemente colocar a moto em movimento.

Atualmente temos ao menos 3 tipos de transmissão final para motos em larga escala no mercado, são elas: por correia, corrente e eixo cardã. Nessa matéria falaremos das duas últimas.

corrente-vs-carda-01

Kit Transmissão final por corrente para motos

Para nos ajudar convocamos nossa grande parceira Riffel que trará informações importantes sobre cada sistema e para iniciar vamos falar do kit transmissão por corrente, explicando de uma forma resumida do que é composto, seu funcionamento e seus pontos fortes e fracos.

Um kit de transmissão hoje é o mais comum de todos em motos e é composto por duas engrenagens dentadas de metal (Coroa e Pinhão) e de uma corrente, que faz a ligação entre elas.

Essas engrenagens, construídas em diversos tipos de metal (mais comuns aço e alumínio), se diferem na quantidade de dentes e em seu diâmetro.

corrente-vs-carda-02

Na parte da frente do conjunto, próximo ao pedal de câmbio, se encontra o menor deles, chamado de Pinhão. Seu trabalho é transmitir a rotação do motor para a corrente, que pode ser de elos comuns ou com retentor.

A corrente, por sua vez, gira e move a engrenagem maior que fica na parte traseira do conjunto, chamada de Coroa, cuja força faz a roda traseira tracionar.

A corrente é o tipo de transmissão mais comum em motos e a mais encontrada hoje em motocicletas de todas as cilindradas. A simplicidade de produção, a facilidade de reposição e o baixo custo de manutenção as tornam muito populares e são as queridinhas dos fabricantes de motocicletas.

corrente-vs-carda-03

Isso por si só já acaba se tornando um bom ponto positivo para o kit transmissão por corrente.

Além disso, com informações de uma das maiores fabricantes de moto do continente, a transmissão final por corrente é a mais eficiente e precisa na entrega da potência do motor à roda.

Tanto é que a maioria das motos de competição das modalidades mundiais utilizam esse tipo de sistema.

corrente-vs-carda-04

Kit transmissão para moto perda de potência

Especialistas dizem que a perda de potência é de somente de 5 a 10% e por isso é a mais escolhida para motocicletas de alto desempenho.

Mas assim como há pontos fortes, existem também pontos fracos. O primeiro deles é a necessidade de manutenção, limpeza e lubrificação com maior regularidade em comparação com o cardã, por exemplo.

corrente-vs-carda-05

Pros e Contras do kit transmissão por corrente

A lista de Prós e Contras do kit transmissão por corrente temos o seguinte:

Pontos Fortes:

  • Baixo custo de aquisição e de manutenção;
  • Facilidade na manutenção e na reposição do conjunto;
  • Baixa perda de potência;

Pontos Fracos:

  • durabilidade;
  • Maior periodicidade de manutenção por ter maior contato com sujeira/poeira;
  • emissão de ruídos;

corrente-vs-carda-06

Transmissão final por eixo cardã para motos

Qual a diferença da corrente para cardã nas motocicletas?

A transmissão do tipo cardã foi herdada da tecnologia dos automóveis. Apesar de ter um princípio relativamente simples, o cardã torna-se um sistema complexo nas motocicletas devido a seu volume e peso.

Como funciona o cardã para motos? Funciona da seguinte forma: Um eixo parte da caixa de câmbio, recebendo a potência do motor, e vai até a roda traseira onde passa essa força para um par de engrenagens, que transmite o movimento para a roda.

corrente-vs-carda-07

Transmissão final por cardã perda de potência

Por exigir mais do motor, é, entre os três sistemas mencionados, o sistema que há mais perda de potência, entre 15% a 20%.

Por ser livre de manutenção, normalmente este tipo de sistema é encontrado em motos da categoria big trail e touring, projetadas para longas viagens, como por exemplo a Triumph Trophy SE e a BMW R 1200 GS.

Esse sistema é livre de manutenção. Na verdade, deve ser vistoriado somente em caso de falha e no período previsto no manual do proprietário da motocicleta. Às vezes, os eixos cardã ficam sem manutenção durante anos.

corrente-vs-carda-08

No entanto, antes de tirar sua moto da garagem, vale a pena vistoriar seu sistema visando garantir que não haja nenhuma anomalia para não ficar na mão, no meio da estrada, com problemas em seu eixo cardã. A manutenção do sistema é difícil e deve ser feita por mecânicos especializados.

Em caso de pneu furado, o proprietário de motocicletas equipadas com cardã pode sofrer, pois a retirada da roda traseira pode se tornar tarefa complicada. Não é qualquer lugar que fará um trabalho correto. Nos piores casos, o mecânico mal-informado pode estragar todo o sistema.

corrente-vs-carda-09

Pros e Contras Transmissão por eixo cardã para motos

A lista dos Prós e Contras do sistema por cardã temos o seguinte:

Pontos Fortes:

  • Livre de manutenção
  • Sistema limpo
  • Baixo índice de ruído
  • Suavidade do sistema
  • Alta durabilidade

Pontos Fracos:

  • Maior custo e dificuldade em encontrar peças de reposição;
  • Custo de reposição
  • Manutenção complicada (quando necessária)
  • Perda de potência
  • Dificuldade para troca de pneu

Corrente vs Cardã de moto qual a melhor?

Em nosso canal no Youtube publicamos um vídeo com todos os detalhes e explicando o funcionamento do eixo cardã para motos na prática, além de ajudar a decidir qual dos dois é o melhor, assista acima.

Advertisement

1 resposta em “Transmissão por corrente vs cardã de moto qual a melhor?

  1. Nos sites de venda da China vc acha kits que transformam de corrente pra correia e que passam pneu sem câmara pra pneu com câmera vedando o ponto de contato dos raios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *