10 Fatos sobre a scooter elétrica Bajaj Chetak

Você já ouviu falar na Chetak? Ela é a aposta da Bajaj para o mercado de scooters elétricos.

Advertisement

A Bajaj está chegando no mercado brasileiro e com isso, são aguardadas novidades sobre duas rodas para o Brasil.

O que nem todo mundo sabe é que a marca também possui modelos elétricos, como a Bajaj Chetak, uma pequena scooter com estilo retrô e por isso vamos trazer dez fatos sobre esse modelo que vimos na Índia.

10 Fatos sobre a Bajaj Chetak

    1. Nasceu da Vespa
    2. Fim do modelo a combustão
    3. Chetak elétrica
    4. Motorização
    5. Bateria
    6. Vida útil da unidade de lítio
    7. Conjunto
    8. Projetada para Índia
    9. Preço
    10. Cai bem no Brasil

1 Nasceu da Vespa

A Bajaj Auto foi inaugurada em 1945 e logo no início de sua produção, em 1972, nasceu a Chetak. O modelo era uma scooter baseada na Vespa Sprint.

Por volta de 1980, a scooter – que ainda era a combustão – ganhou um novo design, mas ainda manteve muito do seu estilo.

2 Fim do modelo a combustão

A primeira Chetak teve motores de 110cc e 150cc e se tornou muito popular por décadas na Índia.

  • Pneu de moto com desconto especial usando cupom SEKU7 clique aqui: Pneu com Desconto

Porém, com o crescimento da concorrência perdeu mercado e a sua produção foi interrompida em 2005.

Na mesma época, a Bajaj encerrou completamente a fabricação de scooters.

3 Bajaj Chetak elétrica

Foi somente em outubro de 2019 que a Bajaj Auto voltou a entrar no espaço das scooters.

O retorno foi com a então nova versão da Chetak, agora sob a submarca Urbanite EV e desta vez, a scooter nasceu totalmente elétrica e com linhas mais modernas.

4 Motorização

A scooter Chetak elétrica atual conta com um motor de 4000w e uma bateria de 3kWh.

O modelo possui dois modos de condução, o Eco e o Sport.

Além disso, essa pequena pode oferecer uma autonomia de até 95 km no modo Eco, enquanto que no modo Sport são 85 km.

5 Bateria Chetak

A bateria da Chetak recarrega sua carga completa em 5 horas, ou 25% em 1 hora. No entanto, não conta com sistema de carregamento rápido.

Para a recarga, pode ser usada uma tomada aterrada normal de 220V, 5A, de três pinos. Falando nisso, o modelo já vem com cabo de carregamento e adaptador.

6 Vida útil da unidade de lítio

A bateria de íons de lítio da Chetak foi projetada para durar 70 mil km, o que normalmente leva 7 anos. Tudo isso, claro, desde que o usuário garanta que a bateria seja mantida carregada acima de 15% da capacidade e usada regularmente.

A Bajaj oferece uma garantia de 3 anos ou 50 mil km na unidade.

7 Conjunto 

Além de seu design retrô, a scooter elétrica da Bajaj tem um pacote moderno.

Entre os principais itens estão iluminação de LED completa, rodas de liga leve e sistema de ignição sem chave.

Ou seja, tem conjunto para brigar com os principais scooters disponíveis no mercado atualmente.

8 Projetada para Índia

A Bajaj Chetak tem um design básico, porém sofisticado e foi desenvolvida para o ambiente indiano quente, empoeirado e variado.

Segundo a marca, além da classificação de resistência à água IP67, a Chetak implementa soluções de transferência de calor. Para isso, o modelo tem ventilador para resfriar a bateria a qualquer momento.

9 Preço e cores

A scooter elétrica Bajaj Chetak está disponível somente na variante Premium, nas cores Brooklyn Black, Hazel Nut, Indigo Metallic e Velluto Rosso (preto, cinza, azul e vermelho, respectivamente).

O preço da Bajaj Chetak divulgado pela fabricante é de 154,189 rúpias, cerca de R$ 10 mil em conversão direta.

10 Chetak Cai bem no Brasil?

O mercado brasileiro já vem sendo alimentado por vários modelos elétricos de pequeno porte. Tudo isso, em função da busca por mobilidade com preço acessível, em tempos de alta no preço dos combustíveis como a gasolina.

O que ainda falta são as grandes marcas apostarem em modelos elétricos por aqui também.

Quem sabe com a chegada da Bajaj ao mercado nacional, a Chetak possa abrir esse caminho?

Advertisement

Autor do Artigo


Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários