Honda confirma nova Hornet no Salão de Milão

Teremos uma nova Hornet! A Honda oficializou o retorno da Hornet à sua linha de produtos para os próximos anos. O anúncio aconteceu nesta semana, durante a abertura do Salão de Milão, o EICMA.

Advertisement

Além disso, a nova geração da motocicleta foi mostrada no evento. No entanto, nada de um modelo real. A mostra ficou apenas no conceito, um sketch em 3D e uma apresentação virtual.

Mas calma, são materiais que já servem para dar as primeiras pistas a respeito do que está por vir.

Como será a nova Honda Hornet

Em termos de design, a nova geração da naked japonesa tem linhas modernas como as contemporâneas streetfighter. Os contornos também remetem a modelos como a KTM 890 Duke, em especial pelo desenho do tanque e farol.

Ou seja, trata-se de uma moto musculosa com braço oscilante na traseira e elementos já bastante conhecidos em seu segmento. A fabricante ainda ressalta que a nova Hornet vai trazer um design moderno. Quanto à motorização, a Honda prometeu uma receita de alta rotação e que vai oferecer agilidade na pilotagem.

Dito isso, já se trabalha com a hipótese de que seja um motor de 700 e 800 cc. No entanto, a marca ainda não anunciou quando a moto realmente será lançada, como deve ser sua configuração final e tampouco se virá ao Brasil. Essa primeira mostra foi apenas para anunciar que já se estuda uma nova geração.

  • Quer ver vídeos sensacionais sobre motos? Acesse o canal Motorede no: youtube.com/Motorede
  • Compre pneus com desconto na PneuStore usando cupom SEKU7 (para motos) e SEKU5 (para carros e outros), clique e aproveite: Pneu com Desconto

A Hornet no mundo e no Brasil

A Honda CB 600F – nomeada na Europa e no Brasil como Hornet – nasceu ainda em 1998, equipada com o mesmo motor da CBR 600F. No entanto, a potência era reduzida para 96,5 cv, o que não impedia o modelo de atingir os impressionantes 200 km/h de velocidade máxima.

Em 2005 a motocicleta chegou ao mercado nacional, já exibindo sua nova geração em substituição da CB 500. Logo mais a frente, em 2008, a segunda geração presente no Brasil trocou o chassi de aço pelo de alumínio. O visual era inédito e o motor com injeção eletrônica vinha da CBR 600RR, rendendo 105 cv.

O ano de 2011 marcou a última geração da Hornet no país. Mecanicamente a motocicleta não recebeu mudanças. Mas a naked ganhou uma série de pequenas atualizações. A novidade continha então painel digital, novo desenho da rabeta e lanternas de LED com novo formato do farol.

No Brasil, a Hornet ficou presente até 2014 tendo mais de 48 mil unidades produzidas. Anos depois, em 2018, o então presidente da Honda na América do Sul, Issao Mizoguchi, disse em entrevista que o nome Hornet estava preservado para oportunidades. Chance que pode ter chegado, agora que a Honda na Europa também sinalizou um retorno.

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários