Veja 5 lançamentos da Yamaha 2022 no Salão de Milão

Yamaha apresenta lançamentos 2022 no Salão de Milão. Veja os detalhes!

A Yamaha apresentou na última semana alguns de seus mais novos modelos durante o Salão de Milão, o EICMA 2021. Os lançamentos Yamaha 2022 desembarcaram oficialmente em terras europeias no estande da marca nesse que é um dos maiores salões de motocicletas do mundo.

Advertisement

Ainda no evento, também foi a oportunidade da fabricante japonesa mostrar conceitos e modelos que roubaram a cena entre os estandes, confere só:

Yamaha MT 10 / MT 10SP

A Yamaha revelou para o Salão de Milão a já conhecida MT 10 2022, modelo com visual repaginado e com boas mudanças em termos de desempenho. Entre as principais atualizações estão o motor derivado da YZF-R1, atendendo as mais recentes normas de emissões do Euro5, que é capaz de render 164 cavalos a 11.500 rpm e 11,4 kgfm de torque aos 9.000 giros do motor.

 

Mas a naked japonesa MT 10 não chegou sozinha na Itália. O modelo foi acompanhado de uma versão SP, mais exclusiva e ainda mais bem equipada que a sua moto base.

Entre os itens especiais que equipam a MT-10 SP 2022 estão o sofisticado sistema de suspensão semi-ativa da Ohlins, além da nova e exclusiva carenagem de 3 peças e suas cores e grafismos exclusivos da SP.

Yamaha YZF-R7 2022

A nova YZF-R7 chegou marcando a expansão do segmento de motos esportivas de médio porte da marca japonesa. Com a sigla R7, a estreante tem a missão de competir com rivais como a Kawasaki Ninja 650, Honda CBR 650R e Aprilia RS 660.

  • Entre no grupo do Motorede no Telegram, saiba tudo em primeira mão e interaja diretamente: t.me/Motorede

A Yamaha R7 está equipada com o conhecido motor CP2, já visto na MT-07, XSR 700, Tracer 700 e Ténéré 700. Entre as alterações feitas no propulsor – para adaptá-lo ao modelo – estão a nova ECU, dutos de admissão otimizados, sistema de exaustão revisado e novo ajuste de injeção.

 

A potência de 73,4 cv sugere que, apesar do visual agressivo voltada para pista, a recém-chegada não se esquece dos mais novatos no mundo da velocidade sobre duas rodas. Com isso, a moto se destaca na Europa como um modelo intermediário, feito para os que chegam das esportivas de 300 cc, como a Yamaha R3, ou mesmo para os que buscam motocicletas com maior cilindrada e potência moderada.

Yamaha XSR 900

Outro lançamento fresquinho da marca que desfilou pelo EICMA foi a nova XSR 900 2022, modelo maior da família “Faster Sons”. A moto é parte da gama Sport Heritage da marca e nasceu para homenagear os grandes modelos do passado.

Entre as mudanças da nova versão estão o chassis deltabox revisado e o braço oscilante alongado em 55 mm, para uma distância entre eixos de 1.495 mm. Tudo isso para melhorar a estabilidade em linha reta. Com o motor de 889 cm³, a moto é capaz de gerar a potência máxima de 119 cv e torque de 9,3 kgf.m.

 

O garfo dianteiro da nova Yamaha XSR900 é o KYB USD totalmente ajustável. Já a suspensão traseira está equipada com um amortecedor KYB inclinado para a frente. Outras novidades são as tampas dos garfos usinadas e o logotipo XSR em alumínio. O painel tem display TFT colorido de 3,5 polegadas, com um tacômetro de barra que muda de cor conforme o aumento da rotação.

Yamaha Ténéré 700 Raid

A Yamaha aproveitou o Salão de Milão para mostrar um novo protótipo da T7, a Ténéré 700 Raid, um modelo construído com componentes GYTR (Genuine Yamaha Technology Racing). Todo o trabalho foi realizado sob a supervisão dos pilotos e embaixadores da marca, como Alessandro Botturi e Pol Tarrés. A ideia foi deixar a já reconhecida aventureira com ainda mais agressividade e preparada para enfrentar qualquer tipo de terreno.

 

Entre as peças exclusivas instaladas no modelo estão o escape Akrapovič em titânio, ECU Airbox e filtro de alto desempenho. Sem mencionar a coroa de 48 dentes e o radiador de grandes dimensões junto dos ventiladores de resfriamento duplo.

Toda essa configuração foi pensada para atender a uma proposta digna de rally. Nas suspensões a mudança ficou por conta do garfo de 48 mm de medida e o amortecedor de longo curso com 260 mm na traseira.

Yamaha R1 GYTR VR46 Tribute

O italiano Valentino Rossi recebeu uma homenagem da Yamaha, sua última parceira na MotoGP. Neste ano, o piloto aposentou-se da categoria e foi então agraciado com um tributo sobre rodas, a YZF-R1 GYTR VR46. O modelo único e exclusivo traz pintura especial, produzida por Aldo Drudi, designer dos capacetes de Rossi.

Além disso, a moto conta com uma lista de peças específicas da GYTR 2022 (Genuine Yamaha Technology Racing). Assim, a R1 é configurada como uma verdadeira máquina de corrida, munida com itens semelhantes em seu conjunto utilizados pela Yamaha no título do WorldSBK 2021.

 

Entre os upgrades da R1 GYTR VR46 vemos kit de carenagem e chassi auxiliar traseiro em fibra de carbono, além da edição exclusiva contar com elementos da suspensão Öhlins e sistema de freio Brembo completo, também emprestados da SuperBike. Uma homenagem à altura de Rossi!

Advertisement

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários